Sejam bem vindos ao RPG via Fórum, onde pretendemos reunir jogadores, curiosos e interessados nesse grandioso mundo que é o RPG

Conectar-se

Esqueci minha senha



Parceiros
Fórum grátis

Últimos assuntos
» Chat - BatePapo - Descontração
28/10/16, 08:53 am por Fake

» [RPG] Terra devastada(Survival Z)
09/08/16, 05:42 pm por Felype Dias

» [RPG] UNIVERSOS
31/05/16, 03:45 pm por Grifen

» [UNIVERSOS] Ficha e Instruções
31/05/16, 03:37 pm por Grifen

» [RPG] Caminho Das Chaves
17/03/16, 02:29 pm por LíderDosLíderes

» [Database] Caminho das Chaves
16/02/16, 05:32 pm por LíderDosLíderes

» [RPG] Turno da Noite (Solo)
05/11/15, 06:42 pm por OJPSampaio

» [RPG] Mundo Aberto – Vampires à Paris
28/06/15, 08:29 pm por RPGista

» Peste Negra em Sevilla: Fichas e Informações do Cenário
26/06/15, 04:50 pm por RPGista


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Contos de Sangue]Fichas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Contos de Sangue]Fichas em 02/02/14, 10:22 pm

Corvo

avatar
   
   
Nome:
Sexo:
Clã:
Aparência:

Atributos: (7/5/3)

Físicos (-)
- Força: 1+
- Destreza: 1+
- Vigor: 1+

Sociais (-)
- Carisma: 1+
- Manipulação: 1+
- Aparência: 1+

Mentais (-)
- Percepção: 1+
- Inteligência: 1+
- Raciocínio: 1+

Disciplinas: (3)
-
-
-

História Resumida:
- Profissão em vida
- Idade durante o Abraço
- Descrição psicológica
- Bens materiais & Relacionamentos/Contatos


Em caso de dúvidas, entre em contato comigo.

Ver perfil do usuário

2 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 03/02/14, 01:43 am

LíderDosLíderes

avatar
Postador Formado
Postador Formado



Nome: Ariel Therman
Sexo: Masculino
Clã: Malkavian
Aparência: Ariel é bastante alto, tendo 1,87, e levemente atlético. Seu cabelo é castanho claro, largo, chegando até os ombros. Barba recém crescida, olhos cor de mel ressaltantes. Além de tudo isso, ele é pálido, é claro.  

Atributos: (7/5/3)

Físicos (3)
- Força: 1+2
- Destreza: 1+
- Vigor: 1+1

Sociais (5)
- Carisma: 1+2
- Manipulação: 1+2
- Aparência: 1+1

Mentais (7)
- Percepção: 1+1
- Inteligência: 1+2
- Raciocínio: 1+4

Disciplinas: (3)
- Auspícios: 0
- Demência: 2
- Ofuscação: 1

História Resumida: Ariel nasceu e cresceu com uma vida típica de uma criança de classe média. Seu pai sendo um Cirurgião, e sua mãe uma Enfermeira, a orientação que seu filho escolheu foi obviamente a de Medicina. Ele estudou muito, e se graduou não só em Medicina, mas também em Psicologia. Em seus primeiros anos como um verdadeiro adulto, trabalhou num manicômio primeiramente como médico, e finalmente como psicologo. Foi assim que ele acabou conhecendo sua esposa Tessa, uma bela filha de um alemão que por consequências políticas acabou sendo injustamente acusado como louco, e foi condenado a viver em Saint Joseph Asylum, o nome do manicômio.

Já experiente com a condutas de loucos, Ariel reconheceu de cara que o pai de Tessa não sofria de nenhum distúrbio, apesar da grande quantidade de drogas que davam para fazer parecer que ele sofria. Por sua recomendação, ele conseguiu fazer que a direção do manicômio apelasse para o Juíz, que deixou que o pai ficasse livre. Tessa acompanhou o caso muito de perto, e acabou criando um vinculo com Ariel. Eles logo começaram a sair, e após um ano, estavam casados.

Graças ao grande trabalho de Ariel, Saint Joseph Asylum ganhou reconhecimento nacional, e ele foi promovido como Diretor.

Passou pouco tempo até Annie, sua filha, nascer. Ele estava conseguindo viver uma vida feliz, e simples.

Era o dia 13/12, o aniversário de Ariel de 34 anos. Era de noite, ele estava em seu escritório junto a Tessa e Annie, terminando de assinar alguns documentos, enquanto conversam para onde podiam ir para as férias, quando as luzes apagam. Um apagão. As jaulas dos loucos estavam abertas, foi uma catástrofe total. Sua esposa de 36, e sua filha de 10, ambas foram estupradas e assassinadas na sua frente. As luzes voltaram quando a policia invadiu o lugar para restabelecer a ordem. Mas já era muito tarde. Sua vida não acabou quando foi abraçado, acabou aí.

Armaram contra ele, e conseguiram convencer o Juiz que foi ele que apagou a central de energia, e após conseguirem drogar ele, o Juiz acabou achando que ele estava louco. Ele passou os próximos anos de sua vida no seu próprio manicômio, como paciente.

As drogas que o administravam eram fortes, e o faziam diariamente.  Sua sanidade começava a desaparecer. Anos passaram. Foi quando um dia, um apagão aconteceu. Ele conseguiu abrir sua jaula e escapar. A noite era chuvosa, e ele corria entre o bosque, quando uma mulher pálida e esbelta apareceu diante dele. Disse que o observava faz tempo. Disse que viu como um homem tão inteligente perdia lentamente sua sanidade. Disse que adorou a experiencia, e por isso o daria um presente. E ela o abraçou.

Passou um ano com sua Sire, Amanda, que apesar da sua loucura, era uma forte representante da Camarilla. Discutiram, e ele foi embora para uma nova cidade. Ali, ele se apresentou ante o Príncipe( Princesa?) e foi aceito com um pouco de receio. Ele conseguiu aliados, um Nosferatu chamado Oliver e uma Tremere poderosa chamada Carla. A Tremere ensinou( Somente a teoria, obviamente) os rituais de seu clã, costumes, e inclusive lhe deu acesso a sua Capela, aonde havia varias informações sobre varias outras disciplinas. Histórias de clãs extintos. Pessoas importantes. Tudo que se pode imaginar de interessante e útil. O Nosferatu, '' Ollie'', sempre mandava corpos de vampiros mortos para Ariel dissecar.

Eram varias as causas de morte dos corpos, e foi assim que Ariel se converteu num médico bastante acudido na cidade. Sua lealdade, sem embargo, não restava só nos ombros da Camarilla. Ele não se importava sobre as seitas, e só se considerava da Camarilla por que os seus principais aliados também faziam parte. Por isso, ele costuma atender por uma troca de favores, clãs independentes, e raramente inclusive vampiros do Sabá. Ele também costuma camuflar sua personalidade esquizofrênica e psicótica  com uma personalidade brincalhona e sádica, dessa maneira a maioria das pessoas acham que ele é uma espécie de idiota que gosta de fazer os outros sofrerem, quando na verdade não é bem assim. Seu refúgio é um laboratório velho nas aforas da cidade.

Secretamente, ele pesquisa sobre uma forma de reviver os mortos. Tem grandes suspeitas que as vozes em sua cabeça são sua mulher e sua filha.

Ver perfil do usuário

3 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 03/02/14, 01:44 am

LíderDosLíderes

avatar
Postador Formado
Postador Formado
PD: Eu não usei os 15 pontos extra, já que a ficha está resumida. Devo usar-los?

Corvo escreveu:

Nope. Sem pontos extras para vocês. 8D

PS: "História RESUMIDA:"... Daí chega o Arg e posta um livro. TT_TT

PPS: Médico... de vampiros... o_o

O sangue acelera a recuperação do corpo morto, mas há maneiras de acelerar ainda mais. Não só isso, mas se alguém corta o braço de um Vampiro, ou fica em coma, ou algo parecido, ele não pode ir simplesmente para um hospital. n_n

E ae, aceito?

Corvo escreveu:(...)
PS: Qual sua Perturbação?
(...)

Como eu disse na história, esquizofrenia. Lamento se não ficou claro D:

Ver perfil do usuário

4 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 03/02/14, 09:52 am

Corvo

avatar
   
   
LíderDosLíderes escreveu:PD: Eu não usei os 15 pontos extra, já que a ficha está resumida. Devo usar-los?

Nope. Sem pontos extras para vocês. 8D

PS: "História RESUMIDA:"... Daí chega o Arg e posta um livro. TT_TT

PPS: Médico... de vampiros... o_o

LíderDosLíderes escreveu:

O sangue acelera a recuperação do corpo morto, mas há maneiras de acelerar ainda mais. Não só isso, mas se alguém corta o braço de um Vampiro, ou fica em coma, ou algo parecido, ele não pode ir simplesmente para um hospital. n_n

E ae, aceito?

Sim, mas com um adendo: Sua história pode ser (e será) modificada em vários pontos. Te aviso quando isso acontecer. Ou não. Quem sabe. 8D Malks minds, u know...
De qualquer modo, você passou os últimos anos atrás de informações sobre espíritos, o mundo espiritual e coisas assim.

PS: Qual sua Perturbação?

PPS: Dei um "merge" nos posts, pro tópico não ficar muito poluído.

LíderDosLíderes escreveu:

Como eu disse na história, esquizofrenia. Lamento se não ficou claro D:

Hmm, eu esperava que você definisse melhor o modo como sua esquizofrenia funciona, quem você vê, as mudanças de comportamento e tals... Mas deixa pra lá. Eu dei uma lida sobre o assunto e resolvi que vou inventar suas alucinações ao longo da história, do jeito que eu bem entender. >8D



Última edição por Corvo em 03/02/14, 02:11 pm, editado 3 vez(es)

Ver perfil do usuário

5 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 04/02/14, 10:46 pm

Beatriz Moura

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Nome: Céline Maud Bastian
Sexo: Feminino
Clã: Seguidores de Set
Aparência: Céline não é uma mulher muito alta, não passando dos 1,64 de altura. Esguia e de proporções simétricas. Tem feições delicadas que quase poderiam ser descritas como inocentes, não fossem os grandes e maliciosos olhos verdes. Seus cabelos são de um profundo tom de cobre, compridos e cacheados, passando alguns bons centímetros da linha dos ombros.

Atributos:

Físicos (3)
- Força: 1
- Destreza: 1+2
- Vigor: 1+1

Sociais (7)
- Carisma: 1+1
- Manipulação: 1+3
- Aparência: 1+3

Mentais (5)
- Percepção: 1+2
- Inteligência: 1+1
- Raciocínio: 1+2

Disciplinas: (3)
- Ofuscação: 1
- Presença: 0
- Serpentis: 2

História Resumida:
Céline descobriu cedo que poderia ter tudo o que quisesse. Era uma garota bonita, e sabia disso. Assim como sabia usar esse fato a seu favor. Filha de uma alpinista social malsucedida com um acionista falido, Céline se espelhou nos erros da mãe, para tecer uma carreira mais promissora... Como golpista.

Investindo em roupas de marca e idas frequentes ao salão, não foi difícil descobrir como se infiltrar na alta-roda. E depois disso foi fácil. Não importa o quão rico um homem é, ele sempre parece precisar de alguma coisa. Companhia, afeto, alguém para ouvir suas inseguranças, sexo... Céline lhes proporcionava tudo isso, e tirava tudo o que podia antes de desaparecer da cidade. Não foram poucos os que, depois de terem convivido com ela por semanas – ou até mesmo meses – acordaram um belo dia e descobriram que o conteúdo de seus cofres e contas bancarias haviam desaparecido, juntamente com sua bela companhia.

Quando tinha 32 anos, em mais uma de suas empreitadas, conheceu Omari. Um home encantador, dono de uma companhia de importação e exportação, vindo de algum lugar do Oriente Médio, e podre de rico. Ela não demorou em se aproximar, descobrindo, tarde de mais, que não era Omari quem estava no comando.

Na verdade, Omari era o carniçal de Khalid, um Membro dos Seguidores de Set, que vinha seguindo o trabalho de Céline pelo país havia algum tempo. Vendo que seus talentos serviriam bem a causa de Set, Khalid a tomou como serva, instruindo-a na Trilha de Typhon e, por fim, dando-lhe seu dom das trevas.

Céline mostrou grande potencial em meio aos Membros, prestando alguns favores de carater pessoal para David, um toreador de Nova Orleans. O que fez com que o adorável vampiro acabasse lhe devendo tantos outros, já que os favores em questão parecem envolver diversas cartas comprometedoras a respeito do Príncipe da cidade. Deixou a pequena fortuna que arrecadou em seus anos mortais, na competente administração de Richard Mulligan. Um advogado com quem se envolveu e acabou não depenando por ter se envolvido um pouco de mais.

Recentemente, Khalid a enviou para o Canadá, onde deve cumprir uma importante missão para Set.

Ver perfil do usuário

6 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 05/02/14, 05:43 am

Corvo

avatar
   
   
Ok, começamos hoje!

Se mais alguém quiser participar, faça a ficha e eu tento encaixar no jogo.

Ver perfil do usuário

7 FIcha em 06/02/14, 08:54 am

João Pedro Bracci

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Nome: Lock Tree
Sexo:Masculino
Clã: Brujah
Aparência: Lock tem 1,85 de altura , corpo em boa forma. Seus olhos tem cor diferentes , um sendo azul e o outro verde. Apesar de ser um Brujah , normalmente usa terno com todos os itens pretos mas seu cabelo é peculiarmente Brujah, um moicano azul forte . Os traços do seu rosto são fortes , fazendo ter um rosto bonito mas com uma expressão de mal

Atributos: (7/5/3)

Físicos (7)
- Força: 1+3
- Destreza: 1+2
- Vigor: 1+2

Sociais (5)
- Carisma: 1+1
- Manipulação: 1+2
- Aparência: 1+2

Mentais (3)
- Percepção: 1+1
- Inteligência: 1+1
- Raciocínio: 1+1

Disciplinas: (3)
- Rapidez:1
- Potencia:2
- Presença :

História Resumida:
Lock era filho de politico e mafioso. E por ter um temperamento forte , era o braço armado da mafia. Fazia todo o trabalho sujo mas compartilhava ideias radicais e anárquicas de seu pai, querendo transformar o mundo , fazer das pessoas pobres dignas. Mas um homem envolvido com politica e mafia , tinha que ter dezenas de inimigos que aos poucos Lock exterminava . Ficou com fama por isso, fazendo-se assim um alvo em comum com todos os inimigos do pai e nao demorou para acontecer o obvio. Foi sequestrado no bordel que administrava para o pai alem de fazer o resto.
Foi torturado , esfaqueado centenas de vezes e jogado em um beco escuro para morrer. Quandos seus olhos ja estavam se fechando pela ultima vez uma voz ressoou perto. Então apareceu uma mulher linda , gotica, dizendo que conhecia-o e que seria um otimo membro para a "causa"  por ter o temperamento forte e apaixonado por mudanças. Depois disso tornou-se um aliado forte da mulher que chamava Shaika , ela era de uma patente alta da hierarquia brujah e mantinha Lock como guarda costa e assim começaram um caso amoroso. Ela é a cabeça e novamente Lock é o braço armado

Ver perfil do usuário

8 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 12/02/14, 10:04 pm

Maísa

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Nome: Zia Riordan
Sexo: Feminino
Clã: Ravnos
Aparência: Os olhos e cabelos extremamente negros destacam-se sobre a pele branca. Os traços finos do rosto permitem que ela demonstre suas emoções - ou falsas intenções - com facilidade. Esbelta, alta e ligeiramente magra. Geralmente mantém os longos cabelos lisos presos em um rabo-de-cavalo, com a franja sempre bagunçada. Destaca-se pelo sorriso infantil.

Atributos: (7/5/3)

Físicos (5)
- Força: 1+1
- Destreza: 1+3
- Vigor: 1+1

Sociais (7)
- Carisma: 1+2
- Manipulação: 1+3
- Aparência: 1+2

Mentais (3)
- Percepção: 1+1
- Inteligência: 1+1
- Raciocínio: 1+1

Disciplinas: (3)
- Animalismo: 1
- Quimerismo: 1
- Fortitude: 1

História Resumida:

Zia Riordan era orfã de mãe, que faleceu quando a mesma tinha apenas 3 anos. Por esse motivo, foi criada pelos avós maternos até completar 8 anos de idade, quando seus avós, já doentes, retiraram-se para uma casa de repouso e a guarda da menina foi repassada ao seu pai.
Nataniel Riordan era um arqueólogo respeitado, frequentemente escalado para participar de debates, pesquisas, palestras e escavações ao redor do mundo. A menina o acompanhava, habituando-se a mudanças constantes de endereço e a estudar em casa apenas aquilo que a interessava - e o que era obrigada pelo pai.
Na juventude, entediava-se frequentemente com os eventos ao qual ia com o pai. Observando os discursos do mesmo, aprendeu a realizar os próprios - a diferença, entretanto, era que o que ela dizia normalmente era mentira. Costumava fugir dos eventos e explorar as cidades por conta própria, escondendo-se e criando as mais loucas histórias para explicar suas ações, como, por exemplo, como uma jovem branquela havia ultrapassado o cerco de segurança e escalado as Piramides de Gizé. Conheceu os principais museus e locais históricos do mundo. Conviveu com todo tipo de pessoa, de todas as culturas possíveis, e aprendeu a adaptar-se e a entrosar-se. Por não possuir uma morada permanente, frequentemente estudava e tentava domesticar animais... Não convencionais. Ela sabia que não poderia ter um bicho de estimação. Então, fazia isso pelo risco.

Seguiu os passos do pai. Aos 25 anos, era uma arqueóloga graduada com méritos. Chefe das principais pesquisas, frequentemente requisitada para palestras ao redor do mundo e principal beneficiada por bondosos patrocinadores - alguns herdou devido a fama do pai, outros, devido aos méritos acadêmicos, mas, em sua maioria, elas os conseguiu devido a sua lábia.

Em uma noite de Fevereiro, atravessava os arredores do Cairo em companhia de um dos membros de sua equipe de pesquisa, quando foram atacados por ladrões. O colega de trabalho tentou defendê-la e foi assassinado na sua frente, a jovem foi agredida e teve o automóvel e os pertences roubados, sendo deixada no deserto acompanhada apenas do corpo de seu amigo. Sabia que não sofrera um destino pior apenas pela proximidade da cidade. Andou alguns minutos pelo deserto, até que avistou seu carro. Aproximou-se, percebendo que os ladrões o haviam abandonado - ou era isso que ela pensava. Antes que pudesse esconder-se, notou um rapaz sentado no banco do passageiro, olhando em sua direção e sorrindo. Assim como ela, ele possuía os longos cabelos presos em um rabo-de-cavalo. O rapaz identificou-se como Ian, e revelou que havia um tempo estava fascinado pela jovem e vinha seguindo seus passos. Suas palavras eram hipnotizantes, e ele a convenceu a segui-lo e descobrir um novo mundo ao seu lado. Ele a abraçou. Os dois tornaram-se amantes e o mesmo a ensinou como dominar a arte do Animalismo, dentre outras. Em um belo dia, a jovem foi abandonada por Ian, que desapareceu sem deixar vestígios. Desde então, ela continuou fazendo o que era apaixonada, utilizando-se dos recursos que acumulou (e escondeu) dos bondosos patrocinadores de suas expedições.

Ver perfil do usuário

9 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 12/02/14, 10:50 pm

Corvo

avatar
   
   
Atenção, povo! Clãs que não pertencem à Camarilla só serão aceitos se você tiver uma explicação muito, mas muito, mas MUUUUUUITO boa pra seu personagem estar em Vancouver (no Canadá), que é uma cidade fortemente dominada pela Camarilla.

Ver perfil do usuário

10 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 14/02/14, 07:21 pm

dot.Dope

avatar
   
   
Nome: Richard Welsgate Morrison

Sexo: Masculino

Clã: Ventrue

Aparência: Por não ter tanto dinheiro, sempre fica com o mesmo paletó de lã negro que ainda possui, mesmo com algumas costuras aqui e ali. Os sapatos já se foram e as meias furadas de tanto tempo andando no concreto. O cheiro fétido está impregnado na sua pequena casa e em toda a sua roupa.

  O rosto jovial, mas com certas rugas aqui e ali, incluindo olheiras imensas debaixo dos olhos. Os olhos azuis se destacam no meio de tanta imundice. A boca é de um vermelho fraco sendo tampado por uma barba rala e por fazer. Os cabelos curtos bagunçados e de um castanho escuro.

  O corpo está numa forma quase que boa para sua idade, tendendo a magreza. Os dedos da mão sem calos, mas tampados com luvas, incrivelmente sem buraco algum. Seus pés, de tanto andar e viajar de trem, duplicaram de tamanho de tantas bolhas e calos que cresceram com o tempo.

Atributos:

Físicos (3)
- Força: 1+1
- Destreza: 1
- Vigor: 1+2

Sociais (7)
- Carisma: 1+2
- Manipulação: 1+5
- Aparência: 1

Mentais (5)
- Percepção: 1+1
- Inteligência: 1+2
- Raciocínio: 1+2

Disciplinas:
- Dominação: 2
- Fortitude: 0
- Presença: 1

História(tirei o resumida por não condizer com a realidade): Nascia em 27 de Abril de 1892 em São Francisco, Califórnia, Richard Welsgate Morrison. Seu pai, Marcus, Chefe-Geral (Postmaster General) do Sistema de Correios Americano, conseguia lhe fornecer boa vida para ambos e sua mulher, Louise. O Pânico de 1893 pouco o influenciou graças ao seu cargo dentro do governo.

  Com seus oito anos de idade, em 1900, inicia-se a Praga de São Francisco que escapa graças a uma viagem já planejada para Nova Iorque. Seu pai aceitou ir para tal, realizar o serviço de controle dos Correios do Estado.

  Depois dos dezoito, tinha um desejo de dinheiro fácil e rápido, já que abandonara a faculdade de Marketing para tentar se dar bem na vida. Então a Bolsa de Valores cruzou seu caminho.

  Com isso iniciou uma cruzada de investimentos e especulações. Um pouco de dinheiro do pai junto com um pouco de inteligência e manipulação o levou a ganhar em meses, milhares. Enganou homens, mulheres, crianças, jovens, idosos, qualquer um que aparecesse com dinheiro no bolso e ingenuidade no rosto.  

  Marcus se aposenta em 1922. Louise, a mãe, ficou na Califórnia esse tempo todo para cuidar da mãe doente, que morre em 1925. Richard traz a mãe para Nova Iorque e compra um pequeno apartamento nos subúrbios da cidade para seus pais.
Mantêm-se por todo esse tempo na ativa e com os milhões que já ganhava, consegue uma mansão, três outros apartamentos que aluga para outrem e mais uma siderúrgica no interior, até a Crise de 1929, aonde tudo vai por água abaixo.

  Richard, no momento da queda, em Calgary, Canadá para uma reunião de negócios, entrelaça-se com uma vampira Venture que há tempos assistia sua ascensão à riqueza e percebia seu poderio mental. Numa noite romântica entre os dois, se transforma numa criatura da noite. Por causa dela, e do seu novo eu, mantêm-se na cidade por mais uma semana até receber a notícia: e agora, José? A festa acabou.

  Margaret, a vampira, se vai junto com o dinheiro e os pertences do homem, que depois de mais uma noite no hotel, não tem mais dinheiro, joias, relógios, apenas um paletó que guardava numa mala. A vida lhe dá uma facada cruel.

  Sem rumo, já que não voltaria pra casa tão cedo, nem sabia como estavam seus pais, tirando uma ligação em 1936 para descobrir como estão e ter a notícia da morte em 1930, vira um mendigo. A única coisa que se mantém de luxo em sua vida é sua roupa. Segue a vida pedindo esmolas, indo e vindo de trem pelas cidades do Canadá, já que nem voltar ao seu país de origem conseguiu.

  Mas a mais triste notícia é a que descobria o dia seguinte do Abraço. Apenas se sacia com o sangue de mulheres acima do peso – em palavras informais, gordas.

  A psique de Richard sofreu diversas mudanças durante sua vida. Durante a infância, na maior parte do tempo, era tímido e afastava-se das outras pessoas, mantendo-se numa leitura constante. Na adolescência, parou de ser antissocial ao perceber a utilidade dos outros e começou a usar sua inteligência para o “mal”, se assim podemos chamar. Aos dezenove, depois de decidir não fazer faculdade de Marketing, manteve-se com esse pensamento manipulador e utilizando do carisma para sua aventura. Não possuía um verdadeiro amor por ser mal, fazia o que fazia apenas para ganhar dinheiro. Após a Crise, e após o Abraço, virou mais carismático e mais manipulador do que antes para não morrer e para ter um pouco de diversão.

  Pouco falante, expressa o mínimo de seus sentimentos e prefere controlar o líder a ser um. Gosta de se enturmar apenas para ver se consegue algo dos colegas e seu senso de humor mantém-se numa tênue linha do quase nada ao nada.

Ver perfil do usuário

11 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 17/02/14, 12:17 pm

Corvo

avatar
   
   
Bracci, você entra no segundo capítulo.

Ms, não precisa mais modificar a ficha, mas eu vou considerar como correta a versão simplificada que eu te mandei. Escolha um vício para seu personagem, e eu te coloco no segundo capítulo.

Dope, entra no segundo capítulo. Mas na próxima vez faça uma versão resumida.

Ver perfil do usuário

12 Re: [Contos de Sangue]Fichas em 23/02/14, 06:20 pm

dot.Dope

avatar
   
   
Corvo escreveu:Bracci, você entra no segundo capítulo.

Ms, não precisa mais modificar a ficha, mas eu vou considerar como correta a versão simplificada que eu te mandei. Escolha um vício para seu personagem, e eu te coloco no segundo capítulo.

Dope, entra no segundo capítulo. Mas na próxima vez faça uma versão resumida.

A empolgação falou mais alta...

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum