Sejam bem vindos ao RPG via Fórum, onde pretendemos reunir jogadores, curiosos e interessados nesse grandioso mundo que é o RPG

Conectar-se

Esqueci minha senha



Parceiros
Fórum grátis

Últimos assuntos
» Chat - BatePapo - Descontração
28/10/16, 08:53 am por Fake

» [RPG] Terra devastada(Survival Z)
09/08/16, 05:42 pm por Felype Dias

» [RPG] UNIVERSOS
31/05/16, 03:45 pm por Grifen

» [UNIVERSOS] Ficha e Instruções
31/05/16, 03:37 pm por Grifen

» [RPG] Caminho Das Chaves
17/03/16, 02:29 pm por LíderDosLíderes

» [Database] Caminho das Chaves
16/02/16, 05:32 pm por LíderDosLíderes

» [RPG] Turno da Noite (Solo)
05/11/15, 06:42 pm por OJPSampaio

» [RPG] Mundo Aberto – Vampires à Paris
28/06/15, 08:29 pm por RPGista

» Peste Negra em Sevilla: Fichas e Informações do Cenário
26/06/15, 04:50 pm por RPGista


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[RPG] Skyrim: The Lions (ENCERRADO)

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 4]

João Pedro Bracci

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Zarack

Olhava com atenção , não estava gostando de ser contrariado . Mas como ele tinha experiencia , seria bom ouvi-lo

-Tudo bem , vamos fazer pela a rota que achar melhor. Se acha que consegue economizar mais tempo assim e é mais seguro . Então tudo bem.

Zarack se levantava da cadeira ainda com uma cara de sono -Então vamos... ja enrolamos muito tempo aqui nessa casa- Então olhava para todos e depois para Hobbit -Quando partiremos?

Off: desculpe a demora pra postar , nao tinha visto

Ver perfil do usuário

allanmelias

avatar
Postador Calouro
Postador Calouro
Malkin

- Bom ja que vocês são indecisos vamos pela rota que o pequeno disse , afinal este e o trabalho dele .

Guardava a espada ja afiada na bainha feita de chifre e sua cintura , logo apos se colocava em prontidão para alguma objeção, fitava todos com certa ameaça ja que odiava ser contrariado, pois sentia estar certo quanto a situação toda.

- partiremos hoje, chega de conversa e vamos fazer nosso trabalho. - se virava em direção a porta e ia caminhando para a saida - estarei arrumando meu cavalo para partirmos .

Ver perfil do usuário

tataL

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Luckas

Alfirfe não ficara tão contente assim com a possibilidade de os guerreiros de Blay não seguirem com sua rota, mas mudou após Zarack concordar com o pequeno hobbit.

- Bem, então está definido, pegaremos a rota a qual Alfirfe achar melhor, vamos então? – Disse Luckas prosseguindo para a saída.

Ver perfil do usuário
OFF: Agora que já definiram que vão sair, está na hora de definirem seus itens.

Entrem neste tópico: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Escolham seus itens e atualizem suas fichas.

Aconselho também vocês lerem com atenção a explicação nesse link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Após atualizarem suas fichas, postem aqui avisando que já atualizaram a ficha para podermos prosseguir. É algo que poderão fazer em questão de minutos, mas ainda sim, darei UMA SEMANA, contando A PARTIR DE HOJE, para vocês atualizarem seus equipamentos. AQUELES QUE EM UMA SEMANA NÃO ATUALIZAREM, PARTIRÃO EM VIAGEM SEM ITENS, E NÃO PODERÃO COLOCA-LOS POSTERIORMENTE!

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

allanmelias

avatar
Postador Calouro
Postador Calouro
atualizado

Ver perfil do usuário

João Pedro Bracci

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Atualizado

Ver perfil do usuário

tataL

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Atualizado.

Ver perfil do usuário

LíderDosLíderes

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Aaaatualizado. E só aclarando, o JP deixou que eu voltasse ao jogo, pelo problema que tive. ^^

Ver perfil do usuário
Um prisioneiro passando

Depois de muita discussão e uma indecisão que parecia que duraria mais do que deveria os Lions partiram em viagem.

A rota traçada pelo pequeno homem realmente parecia ser bem tranquila, como o mesmo havia previsto. Com sorte, todos os 18 dias de viagem seriam tão tranquilos quanto os primeiros que já estavam naquela rota.

Pelo menos era o que esperavam..

Depois de dois dias de viagem naquela rota, finalmente algum movimento na estrada. Claramente, eram guerreiros imperiais. Guerreiros que apoiavam a causa do império.

A guerra fria, que parecia prestar a estourar entre os Stormlocks e os Imperais já durava mais de 2 anos e os Lions até então, não haviam se posicionado a favor nem contra nenhuma das causas. Algo que facilitava os negócios da família, já que Blay tinha seus negócios obscuros tanto com os Imperais quanto com os Stormlocks.

Os guerreiros estavam em cinco, com quatro encarregados de levar uma jaula, e um homem à frente.

- Saiam do caminho! Prisioneiro passando. - Falou aquele que vinha na frente para os Lions.

- Por Ulfric, me ajudem! - Gritou alguém, de dentro da jaula.

- Cale-se animal. - Falou um dos homens que tinham o tronco apoiado em seu ombro e carregava o prisioneiro.

O transporte de prisioneiros não era algo muito comum de ser visto. Ainda mais daquela forma. Mas também era algo claramente normal. O que mais se notíciava eram de mortes e confrontos entre os imperiais e stormlocks. Por isso ver aquele tipo de coisa também não era algo assim tão incomum. Com sorte, aqueles homens não seriam problemas. Inclusive, poderiam saber algo sobre Mersha.

OFF: Leiam: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
É um resumão. Mas já ajuda caso vocês queriam entender melhor a história. Aconselho, aqueles que não jogaram Skyrim procurarem melhor sobre essa guerra. Ela está um pouco adaptada, mas vai ser importante no jogo com o decorrer do tempo.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

tataL

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Luckas

E finalmente os Lions iniciaram a busca por Mersha. A rota proposta pelo hobbit realmente fora tranquila, dois dias de viagem e praticamente nenhum movimento pela estrada, pelo menos até aquele momento.

Até que ao longe se via um grupo de aproximadamente cinco guerreiros carregando uma grande jaula. Ao aproximarem-se dos guerreiros, Luckas notou que eram guerreiros imperiais, não conhecia muito da história, ouvira seu pai comentar algumas vezes, mas conhecia algumas coisas. A família Lion nunca se pronunciou sobre a guerra entre o Império e os Stormlocks, talvez fosse uma forma que Blay usava para sempre ter o apoio ou o conflito dos dois, negócios de família.

O prisioneiro dentro da jaula deve ser um Stormlock, os outros também. Podem saber algo sobre Mersha, mas acho pouco provável que a informação seja verdadeira, afinal, estão longe do nosso destino, mesmo que saibam algo, não seria muito concreto.” – Pensou Luckas.

Luckas não saiu da frente, fingiu não ter ouvido o homem gritar, esperou para ver até que ponto aquela grosseria iria. Pôs a mão no punhal disfarçadamente e ficou na expectativa para uma rápida reação caso fosse necessário.

Ver perfil do usuário

LíderDosLíderes

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Flitzriel

E finalmente estávamos na estrada. Por um momento achei que os Blay pirariam e acabariam matando o coitado do Hobbit, mas felizmente isso não aconteceu. Para minha maior surpresa, um deles havia pedido desculpas ao pequeno, o que me fez erguer minha sobrancelha esquerda, duvidando de verosimilidade daquela desculpa. Eu ainda achava que aquele cara poderia acabar comendo o pobre coitado como se fosse uma galinha.

Havíamos caminhado já a algum tempo. Ninguém falava nada. Todos pareciam estar interessados em recuperar os seus direitos como Blay de volta, e não a segurança da garota. Na minha mente, eles provavelmente trairiam a garota de volta puxando pelo seus cabelos, o que não seria uma boa experiencia. Se eu houvesse sido criado como um Blay, eu seria tão terrível como eles?

E no meio dos meus pensamentos, avistamos um grupo de Imperiais escoltando alguns prisioneiros Stormcloaks( Ou você realmente mudou os nomes dos rebeldes? Não é uma pergunta sarcástica, estou supondo que você se confundiu com '' Stormlock''. n_n)


Eu tinha a má impressão que acabaríamos lutando contra os Imperiais. Pessoalmente, eu favorecia os Imperiais, mas minha lealdade estava posta em Dawnstar. Pelo menos gostaria de passar por esta situação sem sangue na minha arma. Por essa mesma razão, eu ressaltava um fato óbvio. - Meus senhores, lembrem-se que são Blay. Se vocês estão planejando perguntar alguma coisa, lembrem-se que soldados de baixo escalão dificilmente se negariam a responder suas perguntas se destacarem sua linhagem de sangue. - Disse, num tom neutral. Eu continuaria caminhando ao menos que algum dos Blay entrassem em contato, ou no pior dos casos, algum deles decidisse levantar suas armas.

Ver perfil do usuário

João Pedro Bracci

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Zarack

Apesar de contrariado pelo Hobbit , estava animado com a viagem.Estava esperançoso em achar Marsha e leva-la a salvo para a casa que pertencia.
Caminhava ao lado de Flit mas meu olhar estava no horizonte devaneando ate que percebe a aproximação dos Imperiais , não faria muita diferença interroga-los pois estes não estariam preocupados com uma garotinha perdida de uma Casa que nao apoia ninguem naquele momento . Conseguia perceber o movimento de Luckas aproximando de sua adaga , nao fazia sentido querer levantar armas contra eles.

-Vamos continuar... Era perda de tempo tentar algo com aqueles Imperiais -Sera perda de tempo tentar algo com eles , provavelmente não sabem de nada. Isso nos atrasará mais ainda-

Ver perfil do usuário

allanmelias

avatar
Postador Calouro
Postador Calouro
Malkin

Depois de arrumado seu cavalo e equipamentos partia finalmente.

Tudo normal como deveria ser , ate que imperiais apareciam a sua frente carregando uma pessoa entre grades , o que não agradava em nada afinal todos tem direito a liberdade e principalmente fazer o que quer sem que prejudique outras pessoas , mas no fundo mesmo iria para-los porodiar oficiais ... patentes irritavam.

Se pondo na estrada em pé já desmontado de seu cavalo deixava claro o tom de intimidação.

- Qual o pecado deste homem a quem chamam de animal , a quem ele prejudicou senhores oficiais?

Não se aproximava de sua espada ainda esperaria a resposta, mas ja sentia que sangue estaria para jorrar e não seri o seu.

Ver perfil do usuário
Um confronto a vista?


O primeiro encontro dos Lions na trilha com guerreiros imperiais não parecia indicar que este seria um encontro amigável. Visto que Luckas, apesar de não ter agido de maneira perceptível aos homens que vinham, mas o sobrinho de Blay descansou sua mão em seu punhal. O que claramente não era um sinal amistoso vindo dele.

Flitz, o guerreiro que havia sido enviado para ajudar os Lions, parecia por sua vez bem disposto a evitar um confronto. Indicando que uma conversa com aqueles homens que carregavam o stormcloak poderia ser benéfica para eles.

O irmão de Malkin, Zarack, não queria se incomodar também com os homens que passavam. Deixando claro isso em palavras para todos. Só que por outro lado, seu irmão deixava claro que não concordava com ele. Afrontando os homens já fora de seu cavalo.

- É um rebelde Stormcloack. Um rebelde que estava em território imperial e General Tulius ficará satisfeito com esse prisioneiro - Falou o homem, olhando para Zarack e em seguida olhando para os outros. - Por acaso são amantes de Ulrich também? - Perguntou, enquanto os homens que tinham em seus ombros que sustentavam a gaiola a abaixavam, talvez prevendo um confronto que estaria por vir. Um confronto que poderia ser claramente contornado pelos Lions, caso eles quisessem realmente.


OFF: Eu realmente errei o nome. São STORMCLOACKS e não STORMLOCKS.
Deuses, acho que você errou na sua postagem. O sobrenome deles é Lion, não Blay.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

João Pedro Bracci

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Zarack,

Ficava observando aqueles homens descerem a gaiola , triste aquele homem preso como um animal . Mas a vida era feita de tais coisas e não adiantaria nada os Lions se meterem nesses conflitos que nao eram de seus interesses no momento.
Olhou para o guerreiro que havia falado , deveria ser o capitão daquele grupo. Com uma voz seria e neutra pronunciava alguma palavras -Não , so estamos de passagem...Nada mais. Zarack olhava para seu grupo esperando que concordassem com ele e seguissem viagem

Ver perfil do usuário

tataL

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Luckas

Pelo rumo que se iniciava, Luckas achou que uma pequena confusão fosse iniciar, mas até que não. Um dos guerreiros imperiais respondeu a pergunta de Malkin amistosamente, e perguntou se os Lions eram amantes de Ulrich também. Luckas que havia pensado em um provável ataque desistiu. - “Não vale a pena, não agora.” – E achou melhor ficar quieto.

Até que Zarack respondeu ao homem e Luckas achou melhor concordar e prosseguirem viagem.

Ver perfil do usuário

LíderDosLíderes

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Flitzriel

Observava como a situação evoluía. Eu era um simples guarda, e não gostava de falar. Felizmente para mim, Zarack parecia ter uma opinião similar a minha, e o silencio de Luckas era afirmativo. O problema era Malkin, cuja mente parecia funcionar... De forma diferente. Talvez sua personalidade nos serviria de uma boa forma na viagem, mas não naquele momento.

Depois de haver escutado as palavras de Zarack, respiro fundo, dou um passo a frente, e deixo minhas mãos longe de minha maça. - Simplesmente estamos de viagem, como já os foi informado, soldado. Nossa missão é outra totalmente diferente que a missão dos rebeldes, e os asseguro que não tem nada haver com vocês fazendo o favor de proteger a nossa Skyrim. - Eu tentava utilizar as palavras corretas, num tom amistoso. E pensando bem, talvez fosse boa ideia não revelar a identidade dos Lions.  - Mas antes de seguir o nosso caminho, vocês viram... Algo de estranho pela estrada? Bandidos, Trolls... Talvez alguma pessoa demasiado nova como para viajar, se aventurando por aí? Já sabem, por segurança. - Me estava referindo a Mersha, claro. E após eles responderem minhas perguntas, caso respondessem, simplesmente continuaria caminhando com os Lions.

Ver perfil do usuário

allanmelias

avatar
Postador Calouro
Postador Calouro
Malkin

Olhava para seu irmão com um olhar de desapontamento mas um instante depois se lembrava que suas vidas tomaram rumos diferentes e isso incluía a formação de caráter e todo o resto.

Logo depois se virava novamente aos guardas e ia caminhando em direção a jaula com passos lentos e sem muita agressividade.

- Não me levem a mal , mas se o único pecado deste homem foi caminhar por terras que não eram suas ou ate mesmo lutar por uma vida melhor para seu povo ou família ele não passara deste ponto entre grades. Sei que seguem ordens do rei ou seja la quem forem seus superiores , mas não deixarei pessoas perderem sua liberdade ou vida por tirania de um homem que nem sequer suja as mãos para dar as pessoas o que elas merecem.

Não sacava a espada nem mostrava raiva nos olhos, mas por dentro seu coração queimava enquanto olhava para o homem na jaula, se lembrava do treinamento e dos castigos que sofrera naqueles tempos turbulentos e odiava ver pessoas naquela situação sem nem ao menos merecerem, pelo menos aos seus olhos.

- E nem sei quem e este tal de Ulrich e não tenho intenção nenhuma de conhece-lo ou ajuda-lo, apenas não aceito homens mandando e desmandando sentados em cadeiras de veludo enquanto pessoas morrem por seus interesses sujos.

Ver perfil do usuário
Em quem acreditar?



Apesar de tudo indicar um confronto eminente, ficava cada vez mais claro que não era isso que os Lions queriam. Pelo menos a grande maioria.

Zarack e Luckas haviam de certa forma ignorado os soldados, o primeiro, respondendo apenas que estavam de passagem, já o segundo, simplesmente continuou calado, observando qual poderia ser o desfecho daquele encontro.

Por outro lado, Flitzriel, o soldado enviado para acompanhar e auxiliar os Lions na busca por Mersha observou ali, uma oportunidade de talvez conseguir alguma informação útil que pudesse facilitar a viagem dos guerreiros

- É gratificante saber que os senhores não são simpáticos a causa Stormcloak. - Respondeu o líder - Essas terras frias são cobertas de problemas homem. Mas por sorte, nossa caminhada tem sido abençoada pelos bons deuses. Sem grandes problemas ou surpresas.

Quando tudo parecia bem resolvido, foi a vez de então, Malkin falar.

- Você tem a inteligência de um cachorro? Este homem que está preso é um simpatizante com a causa Stormcloack. Para ele, apenas os Nórdicos deveriam morar em Skyrim, o resto deveria ser expulso ou morto. Este homem que julga tirano, nosso imperador, está lutando por uma causa justa. Em manter o Império no poder, em uma Skyrim livre para todos. Um pensamento bem diferente dos Nórdicos, que ainda se acham donos de Skyrim!

- Skyrim é e sempre foi dos nórdicos. - Gritou o homem de dentro da gaiola. - Mas nunca mataríamos os não nórdicos! Seus vendidos! Se venderam aos Elfos, perderam a crença em Talos e ainda tem a audácia de nos julgar!

- Cale-se seu infeliz! - Gritou um dos guardas, batendo com a espada nas grades.

- Se achas que vai nos impedir de continuar nossa viagem com nosso prisioneiro, é valido que reconsidere. Ainda tem espaço para mais um ali dentro. - Falou novamente o homem, mas dessa vez claramente pronto para um combate.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

allanmelias

avatar
Postador Calouro
Postador Calouro
Malkin

- cachorro!?!? Você vera quem e o cachorro seu filho de uma puta! - Gritava enquanto sacava sua espada de duas mãos das costas e ia olhando fixamente para o tal homem que o insultava.

- Se acha melhor por que e de uma hierarquia não e? vamos ver no que isto te ajudava contra a lamina da minha espada seu imbecil de uniforme. Tire sua espada que não mato homens desarmados.

Ia caminhando empunhando sua espada apertando o cabo com as mãos dando ate para ouvir os pequenos estalos que se fazia quando o metal raspava pela manopla , seu ódio estava focado em um dos homens , mas ainda prestava atenção nos outros que com certeza ajudariam o covarde, mas sentia que mataria todos , ele era fraco ... como todos os outros que carregavam a jaula.

Assim que se aproximava mandava um golpe lateral com força o suficiente para derrubar o homem se caso defendesse mas se demorasse certamente ficaria sem braço ou ate pior.

Ver perfil do usuário

tataL

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Luckas

Pronto, o que aparentemente havia se tornado uma situação simples, acabaria agora em um confronto. Luckas não se meteria, desde que o confronto seja homem a homem.

- Se estão pensando em ajudar o líder de vocês, espero sinceramente que desistam dessa ideia e poupem a cabeças de vocês enquanto ainda as tem. – Luckas disse aos homens que carregavam a gaiola.

Luckas esperaria para ver o desfecho daquele desentendimento, caso os guardas fossem se meter, era certo de todos ajudarem.

Ver perfil do usuário

João Pedro Bracci

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Zarack,

Zarack via seu irmão caminhar para cima do homem , nao acreditava que ele estava fazendo isso. Por que se meter em uma briga desnecessária. So sujaria o nome dos Lions que ate então eram neutros nessa guerra . Apenas observava a movimentação de todos então dizia em voz alta

-Malkin para com isso , vai sujar nosso nome . Os Lions são neutros nessa guerra , pare com isso!

Seus olhos passavam por todos os guardas Imperiais , estava em alerta se algum atacasse outro membro dos Lions

Ver perfil do usuário

LíderDosLíderes

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Flitzriel

Suspirava, desapontado com o desenrolar da situação. Como eu havia previsto anteriormente, aquele cara seria um problema na viagem. Me pergunto se Blay não havia previsto isso. Me pergunto se ele o fez de propósito.

Isso já não era importante. Me mantinha calado, me colocando na frente do nosso guia, para que ele não se machucasse, preparando para levantar minha maça e meu escudo, dependendo como a situação prosseguisse. O problema não era só Malkin, mas seu irmão também. O nome dos Lions nunca foi mencionado, e era melhor que se mantivesse dentro de nossas bocas.

Ver perfil do usuário
OFF: O post pra vocÊs sai amanhã Smile

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt
Em combate



Havia ficado claro que Malkin não gostava daquela situação que via. Um homem preso como um animal. E para ele, haviam duas opções ali. Libertar o homem em um combate ou com um combate, e talvez para a infelicidade dos outros parentes de Blay, o combate fora a opção.

Antes mesmo de Malkin falar para os homens puxarem suas armas, como em um ensaio bem planejado, todos os cinco imperiais puxaram suas espadas.

Assim que a espada de Malkin acertou o corpo do homem (89 Dano), fazendo-o se desequilibrar para o lado (Explicação de críticos e maiores danos abaixo), os outros guardas logo partiram ao ataque de Malkin, ignorando por completo as ameaçadas de Luckas. Não era para menos. Os guardas de captura eram claramente treinados para atacar em grupo, por isso, com o ataque de Malkin, havia ali uma oportunidade para que eles acertassem-no (-2 pontos de soma na defesa de Malkin), já que dificilmente ele conseguiria se defender de quatro atacantes ao mesmo tempo.

Os outros guerreiros imperiais também estariam em desvantagem após o ataque, já que Luckas e Zarack também estavam prontos para um ataque. Então agora, caso resolvessem ataca-los, tinham uma vantagem pelos mesmos estarem focados em Malkin. (+2 pontos de soma no ataque dos dois)

- Ei, obrigado! - Falou Alfirfe que havia se mantido calado até então para Flitz, vendo que o soldado havia se postado a sua frente. - Eu gostaria muito de ajudar, mas não sou muito bom em combates.

- Parem! - Gritou o primeiro guarda que sofrera ataque de Malkin. - Vocês são Lions?! - Perguntou incrédulo, se escorando em uma parede para se levantar, enquanto os outros guardas já voltavam para a formação.

Críticos e Bonificações:
Bom, como não expliquei como funciona o sistema de críticos, vou aproveitar para fazê-lo nesse primeiro combate.

Para que um personagem faça ou sofra um crítico, ele precisa que o defensor faça menos da metade dos seus pontos tirados no dado. Explicando:
- Malkin fez um ataque de 13 pontos. Para que o homem sofresse um ataque crítico, ele deveria ter tirado 6 pontos no dado.

Considerando que seja feito o crítico, é hora de contabilizarmos o crítico. Como funciona:
- Após o crítico, será rolado um dado de 6 lados.

Sendo 1-2 dano crítico de 50% a mais no dano, +2d6 de danos por 1d6 de rodada e perda de rodada de ataque. Colocando isso em número para simplificar:
-- Malkin tirou um crítico, com dado de crítico 2, com 12 pontos de dano, por 6 rodadas ao seu adversário, além de um novo ataque. Pronto, aí está um acerto crítico.

Sendo 3-4 dano crítico de 50% a mais no dano e perda de rodada de ataque.

Sendo 5-6 dano crítico de 25% a mais no dano e perda de rodada de ataque.

É importante salientar que uma sequência de danos críticos de 4 a 5 vezes, pode incapacitar o adversário. Assim como um adversário com menos de 75% de vida. Para isso, existe uma nova tabela que é:

Sendo 1-2 dano crítico de 100% a mais no dano, além de possibilidade de desmembramento, perfuração ou decapitação.

Sendo 3-4 dano crítico de 75% a mais no dano, com perda de duas rodadas de ataque.

Sendo 5 dano crítico de 50% a mais no dano, com perda de uma rodada de ataque.

Sendo 6 dano crítico, morte imediata ou incapacitação total de combate.

Essa é a tabela de danos críticos. Assim fica um pouco mais fácil de entender.
Agora vamos a parte de bonificações.

O que Malkin tentou fazer, foi uma bonificação de ataque. Ou seja, se aproveitar de um ataque para ter uma bonificação no próximo. Há bonificações de ataque e de defesa que serão explicadas aqui.

No caso, Malkin atacou de forma lateral planejando um crítico ou uma bonificação. Como não havia explicado, dei a bonificação sem cobrar os pontos necessários, que nesse caso, para um ataque para desequilíbrio, seria (-2 pontos de soma no próximo ataque). Como assim? Vou explicar:

Malkin em seu ataque tirou 13 pontos. Como ele queria desequilibrar o seu adversário, ele teria que abrir mão de 2 pontos de soma para fazê-lo. Ficando assim com 11 pontos de ataque. Seu adversário tirou 7 pontos, o que faria com que seu ataque fosse um sucesso. Mas se seu adversário tivesse tirado 11 ou 12 e ele tivesse tirado 13 e aberto mão de seus pontos, ele teria errado o ataque.

Tá, mas como se define esses pontos? Há duas maneiras. A primeira é fazendo uma postagem mais ou menos assim:

"Malkin desferiria um ataque lateral, e tinha em mente um próximo ataque que fizesse uso do terreno para desequilibrar seu oponente".

Aí, na minha postagem seguinte eu já daria os valores, por exemplo:

"Após um ataque com êxito, um segundo ataque para desequilibrar o oponente poderia ser algo difícil de se fazer (-3 pontos de soma), mas não algo impossível"

Pronto, defini o valor e cabe ou não o personagem fazê-lo.
Por fim, existe a outra forma, que seria a proposta na postagem.

"Malkin havia feito um ataque lateral, tentando desequilibrar seu oponente (-3 pontos de soma), contando em ganhar uma vantagem em seus próximos ataques"

Pronto, Malkin fez uma proposta, oferecendo 3 pontos de soma para desequilibrar o oponente. Cabe eu, o Mestre aceitar. Caso aceite, ficaria mais ou menos assim:

"Malkin realizara com sucesso seu ataque, fazendo seu inimigo tombar com o golpe".

Caso não aceite, seria assim:

"Malkin não poderia desequilibrar seu inimigo usando tão pouca força (Proposta insuficiente de pontos de soma)"

E com isso, fica explicado o que é uma bonificação de ataque. Que pode ser usada a qualquer momento, mas vale salientar que há alguns preços a se pagar pelo uso das bonificações. Por exemplo:

"Malkin ao errar seu ataque, ele acaba abrindo uma brecha para um ataque de seu oponente (-2pontos de soma)"

Ou seja, da mesma forma que a bonificação pode ser boa, em caso de falha, ela pode acabar se voltando para você.

Há também a possibilidade de se usar bonificação de defesa, mas aí, é uma troca direta em pontos de ataque. Por exemplo:

"Malkin sabia que estava em desvantagem, por isso, ficava em alerta, observando todos os que estavam a sua volta e pronto para se defender (+3 pontos de soma)"

Graças a atenção maior de Malkin aos seus adversários, seria impossível um ataque surpresa, um ataque de bonificação, além é claro, da melhoria na hora da defesa. Mas após isso, na rodada seguinte, quando Malkin quissesse atacar, ele teria descontados esses mesmos três pontos de defesa. Por exemplo:

"Ao se defender do primeiro ataque com certa facilidade, Malkin não conseguiu desferir um bom ataque (-3 pontos de soma), já que sua atenção ainda estava focada em sua defesa".

Por fim, é isso. Em caso de dúvidas, me procurem. Smile

Histórico de Rolagens:
Malkin rolou 3 dados de 6 lados com dificuldade 1 para ataque ao primeiro guarda que resultou 5, 2, 6 - Total: 13

1° guarda rolou 3 dados de 6 lados com dificuldade 1 para defesa de ataque do malkin que resultou 3, 1, 3 - Total: 7

2° guarda rolou 2 dados de 6 lados com dificuldade 1 para ataque a malkin que resultou 4, 2 - Total: 6

3° guarda rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 1 para ataque a malkin que resultou 6, 4 - Total: 10

4° guarda rolou 2 dados de 10 lados com dificuldade 1 para ataque a malkin que resultou 5, 4 - Total: 9

5° guarda rolou 2 dados de 6 lados com dificuldade 1 para ataque a malkin que resultou 5, 1 - Total: 6

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

tataL

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Luckas

Malkin já havia acertado um dos guardas, em seguida todos os outros guardas estavam atacando Malkin como se houvessem planejado tudo aquilo. “Óbvio são guardas, logo são treinados”. Luckas já estava a partir contra os guardas com sua espada na mão quando o primeiro guarda gritou “Parem” e mandou que todos voltassem as suas posições, os mesmos obedeceram. Luckas não hesitou, continuou, porém agora em direção a Malkin para que o mesmo não ficasse em tanta desvantagem para caso um ataque futuro e posicionou-se ao seu lado com a espada em posição de ataque esperando o que iriam dizer.

Ver perfil do usuário

allanmelias

avatar
Postador Calouro
Postador Calouro
Malkin

O homem caia como planejado, sabia que os outros avançariam como covardes que são.

Sua espada mostrava a violencia que saia de dentro , os dentes raspando e o olhar fulminante deixavam claro que nao pararia por nada , aquilo era o seu ser interior que brandava raiva com todas as forças , mas não odio. Pensamento e concentração fixas no homem que caiu perante sua lamina, ele morreria ali.

"Parem"Dizia o homem , mas ja era tarde para perdão ou qualquer coisa do tipo. A espada zumbia novamente enquanto o homem de levantava seria o ataque que arrancaria a vida daquele guarda que o desafiou. O quer dizia depois não chegou aos ouvidos, so queria ouvir o sopro final da vida do guarda saindo pela sua boca quando sua espada atravessasse o peito dele.

Ver perfil do usuário

João Pedro Bracci

avatar
Postador Formado
Postador Formado
Zarack,

Continuava apenas observando a cena ate que percebia a movimentação do cavaleiro que entrava na frente do guia. Franzindo a testa vendo luckas se aproximando de seu irmão. Não acreditava que tudo aquilo estava acontecendo , mas nao iria fazer nada por enquanto , so pousou sua mão no cabo da espada para ser mais rapido se algum guarda quisesse entrar em combate com Zarack e so restava observar o futuro acontecer

Ver perfil do usuário
OFF: Galera, essa semana não vou poder postar, por ser a semana do aniversário da minha filha e tô cheio de coisas pra resolver.
Então pra aproveitar, MALKIN, você foi atacado, de acordo com a sua postagem, você não se defendeu, é isso mesmo?

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

allanmelias

avatar
Postador Calouro
Postador Calouro
por que fui atacado , você disse na postagem que os guardas voltaram para as posições com o grito do homem entao presumi que o ataque deles nao foi efetuado.

O meu ataque foi feito depois que o homem gritou e falou entao nao sei de ataque nenhum '-'

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 4]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum