Sejam bem vindos ao RPG via Fórum, onde pretendemos reunir jogadores, curiosos e interessados nesse grandioso mundo que é o RPG

Conectar-se

Esqueci minha senha



Parceiros
Fórum grátis

Últimos assuntos
» Chat - BatePapo - Descontração
28/10/16, 08:53 am por Fake

» [RPG] Terra devastada(Survival Z)
09/08/16, 05:42 pm por Felype Dias

» [RPG] UNIVERSOS
31/05/16, 03:45 pm por Grifen

» [UNIVERSOS] Ficha e Instruções
31/05/16, 03:37 pm por Grifen

» [RPG] Caminho Das Chaves
17/03/16, 02:29 pm por LíderDosLíderes

» [Database] Caminho das Chaves
16/02/16, 05:32 pm por LíderDosLíderes

» [RPG] Turno da Noite (Solo)
05/11/15, 06:42 pm por OJPSampaio

» [RPG] Mundo Aberto – Vampires à Paris
28/06/15, 08:29 pm por RPGista

» Peste Negra em Sevilla: Fichas e Informações do Cenário
26/06/15, 04:50 pm por RPGista


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[RPG] Pena Capital (Solo)

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

1 [RPG] Pena Capital (Solo) em 21/06/14, 06:43 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante

ATENÇÃO:
O RPG é solo e já estava em andamento na RvO. Estou apenas transferindo para cá. Portando, não há vagas.

Link do Orkut (enquanto existir)

Link em PDF (Google Drive)

Ver perfil do usuário

2 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 21/06/14, 06:44 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


Edward Herr Von Ulrich


Quando se pensara ser possível que o bizarro não poderia ser tonar mais incompreensível do que já era, mais surpresas chegaram. O fracasso de Edward em improvisar um torniquete, em um primeiro olhar, pareceu se dar apenas pelo nervosismo e pelo frio excruciante que cada fez se tornava pior. Contudo, as coisas começaram a sair do controle no momento em que o sangue vívido de seu ferimento deixou de escorrer suavemente pela sua perna para jorrar de modo assustador. Os gritos e gemidos longínquos do horizonte esverdeado se tornaram mais próximos e mais altos, o ribombar de horrores o atingia como golpes na cabeça, fazendo seu mundo girar. Aos poucos foi se sentido mais fraco, a ponto de se encontrar ajoelhado, sem forças, sobre a poça do próprio sangue. Seus sentidos não respondiam com a mesma precisão, mas, ainda assim, podia escutar, em meio ao pranto torturante daquelas vozes, uma única voz reconhecível.

▬ Edward! ▬
Chamava, Monika.

Quando um baque repentino o deixou surdo, fazendo-o escutar apenas um zumbido agudo, muitas vezes mais confortável do que aquele coro de terrores de antes, sua visão escureceu. Da poça de sangue sob seus joelhos foi possível ver o reflexo do rosto da súcubo que o acompanhara até então. Teve alguns segundos para identificar a beleza da morena e mais nada. O escuro tomou conta de novo. E uma última voz, dessa vez um sussurro masculino muito distante, pronunciou-se antes do silêncio absoluto.

▬ Não há escolha.


-    -    -

Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


A luz voltou a ser algo de sua realidade. A primeira coisa que viu foi o rosto belo e parcialmente iluminado de Monika, quem o encarava com aqueles olhos verdes ameaçadoramente deslumbrantes; como sempre. Os raios de sol que entravam pela janela aberta revelavam toda a poeira suspensa no ar daquele quarto de hotel, bem como deixavam mais visíveis as manchas de mofo no teto e nas paredes. Foi possível ver a expressão de alivio da súcubo, seguida de um breve suspiro antes de se pôr a falar.

▬ Meu Deus... ▬
Disse ela, surpresa. ▬ Não sabia que era assim... ▬ Adicionou sem explicar. ▬ Enfim, levanta logo. Você vai ter que tomar cuidado com isso a partir de agora. Explicar a diferença de um homem sem batimento e respiração dormindo para um morto pra tua irmã não vai ser tão fácil. ▬ Proferiu enquanto se levantava, olhando para a porta do banheiro. ▬ E não se preocupe, ela ta tomando banho. ▬ Concluiu, referindo-se à ausência de Alda no quarto.

Edward Herr Von Ulrich, talvez o cidadão mais assombrado da Alemanha, estava de volta do que podia se chamar de realidade, por mais surreal que esta fosse. A noite havia terminado e o seu corpo ainda estava intacto. Um sonho, diria outrem, mas não Ulrich. Ele havia sentido na pele algo muito além de um mero sonho.


Off:
Olá Jp. Acho que é possível perceber que ficou um pouco forçada essa mudança, não? Eu tinha outras ideias para o que estava acontecendo, mas achei melhor dar esse pequeno “reset” e ajustar as ideias para fazer as coisas se encaixarem mais pra frente. Vamos lá, vamos lá. Vou tentar fazer direito nesse retorno.

Ver perfil do usuário

3 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 25/06/14, 06:38 pm



Edward Herr Von Ulrich

Apesar da luta, apesar de todo o esforço a verdade era evidente. Edward iria morrer ali. Com suas alucinações. Morreria em cima de uma poça do seu próprio sangue. Monika, morreria com a voz da mulher mais linda que um dia já vira em sua cabeça. Em fim, a morte era certa. Por mais incrível que isso havia se tornado nos últimos dias, a morte havia chegado para o alemão.

Quando seus olhos abriram novamente e havia constatado que não havia morrido, foi preciso piscar repetidas vezes para se acostumar com a claridade, acreditar que o que via não era um sonho. Seus olhos percorreram frenéticamente o local em busca de reconhecimento. Temia ainda estar naquele lugar, mas aos poucos estava claro que não se encontrava lá.

- O-que aconteceu? - Apoiou-se no chão para se sentar. Olhar novamente para o local, olhar para Monika. - Eu morri. Eu-eu, não sei o que está acontecendo Monika. - Falou o Alemão, ainda desnorteado.

As palavras da morena haviam sido ignoradas por completo. Claro, havia ouvido a parte falando que sua irmã estava bem. Ficava feliz por isso, mas o resto, simplesmente ignorava. Tentava entender o que havia acontecido. Aquilo tudo de forma alguma poderia ser um sonho. Sentira o frio e a dor da morte como nunca em um sonho poderia imaginar sentir.

OFF: Evaa, sem problemas. Está ótimo de qualquer maneira. Vamos que vamos! rs.
Tive que botar um "
Código:
</div>
" no final do seu post porque ele estava fazendo com que o meu post ficasse errado, ok? Depois tira e vê como fica estranho. hahaha
Ah, como fez para passar o jogo pra cá. Estava procurando uma maneira menos trabalhosa. ^^

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

4 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 26/06/14, 08:18 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)



A súcubo retribuiu o espanto de Edward com um olhar de igual surpresa. Prontamente ela se sentou outra vez ao lado de Ed e tampou a sua boca com suas delicadas mãos. A morena alternou olhares entre a porta do banheiro e Edward e, quando alguma sensação de segurança voltou à atmosfera daquele quarto, ela desceu a mão até o peito de Edward.

▬ Calma, calma! ▬
Disse ela com urgência ▬ Olha o que você vai falar Ed. ▬ Aproximou-se do rosto do jovem Ulrich, após dar o lembrete ▬ Sim você morreu... mais ou menos. Mas acho que já passamos por isso, não? Do que diabos você ta falando Ed? Deve ter tido um pesadelo. ▬ Monika parecia tentar acalmar o alemão ▬ É que você dormindo parece que está.... Morto. Tipo morto mesmo. Seus sinais vitais não existem. Até tua pupila fica dilatada cara. Tem que tomar cuidado pra Alda não ver isso, se teu plano for manter essa história em segredo ainda.

Naquele momento foi possível constatar que a água do chuveiro fora desligada. Outra boa constatação fora de que a audição sobre-humana de Edward estava de volta, visto que podia escutar com um excesso de precisão o som da água e o girar das torneiras. Monika, por sua vez, fitou novamente a porta do banheiro e tornou a ficar de pé, começando a dobrar uma colcha velha que havia usado durante a noite. Estava evidente que a súcubo não entendera a seriedade do que Ed havia passado. Pode se dizer, sinceramente, que talvez nem Edward pudesse precisar o que vivenciara nessa noite.

Era o início tardio de um novo e ensolarado dia. Os pássaros cantavam tímidos do lado de fora, misturados com tartamudear de alguns poucos transeuntes e com os sons de pneus em baixa velocidade. O andar de Monika no assoalho de madeira velha era como uma sequência arrítmica de baques no ouvido de Ulrich. Era como se seu ouvido estivesse se recompondo do pavor sonoro inominável de sua recente e inexplicável experiência.


Off:
 Acho que você precisou fechar a tag “</div>” pq eu sempre começo com “<div align=”justify”>" e no último post usei mais de uma vez. Vou atentar para isso ^^.
E eu passei tudo pra PDF usando um plug-in do Fire Fox criativamente chamado de “Print pages to PDF”. Segue o link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Abri todas as páginas do tópico no Orkut (22 no total), uma em cada aba, e usei a funcionalidade do plug-in, que salva todas as abas em um só PDF. Depois upei no Google Drive mesmo.

Ver perfil do usuário

5 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 03/07/14, 02:47 pm


Edward Herr Von Ulrich

A sensação de perigo demorou a deixar Ed. A aproximação de Monika, havia o ajudado bastante a se controlar.
Nunca havia imaginado, mas também estava feliz que seus sentidos sobrenaturais haviam voltado. Depois de experimenta-los, por mais bizarra que fosse sua condição agora, sabia que estes eram bem úteis. Ainda mais quando encontrara-se em uma situação onde sua condição sobrenatural poderia tê-lo ajudado bastante. Ou pelo menos tornado tudo isso muito menos traumático.

- Assim que der, precisamos conversar sobre isso. - Falou Ed, rapidamente, evitando que sua irmã o escutasse.

O alemão gostaria de contar tudo para a morena. Queria contar em detalhes. Não conseguia acreditar que aquilo tudo que havia vivido, melhor, passado, havia sido apenas um sonho. Um pesadelo, melhor dizendo.

Mas por agora, voltaria a sua rotina "normal". Levantando-se e ajudando Monika no que tivesse que ser feito e claro, tentando aparentar o mais normal possível para Alda. Mas outra coisa ainda perambulava em sua mente e logo tratou de se aproximar de Monika, e falou o mais baixo possível ao seu ouvido.

- E sobre você? Nossa experiência, deu certo? Podemos tentar mais vezes, se você quiser.

[OFF]:
Vou fazer isso que você fez também. Muito mais prático. Em breve passo o TN pra cá também.
Pelo menos parece que mesmo com o fim do orkut os tópicos e as comunidades vão se manter em um documento não editável. Tomara que fique.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

6 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 03/07/14, 09:10 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


Monika não era tola e rapidamente escondeu qualquer preocupação com o comentário de Edward. A morena apenas consentiu com a cabeça e olhou para Alda, quem saía do banheiro resmungando alguma coisa sobre a temperatura da água. Contudo, sua reação e toda sua maestria em fingir e atuar falharam plenamente quando Ulrich lhe perguntou sobre a “experiência”.

Os pelos do pescoço da morena se arrepiaram e ela tentou fingir um sorriso, hesitando em olhar para ele. Em outro meneio positivo de cabeça, ela respondeu em sussurros.

▬ Sim Ed... Ta ótimo. Depois falamos disso também ▬
E se calou.

A casula do grupo parou de falar ao ver o irmão acordado e ficou o encarando por alguns segundos. Colocou a mão na cintura e voltou a falar.

▬ Ed, meu Deus, você ta parecendo um morto de tão pálido. ▬
Disse ela, reparando os raios de sol que atingiam parte do rosto do irmão. ▬ Bem, cada um com seu fetiche né estranha. ▬ Alda proferiu, fitando a súcubo, quem prontamente respondeu.

▬ É é, espera eu contar pra ele o naipe dos namoricos que você andou me falando. ▬
Disse Monika em um tom de provocação.

▬ Mentira! Não te disse nada! ▬
Exclamou Alda, jogando a toalha na morena, com um sorriso sem graça no rosto.

Não era de se surpreender que uma mestra da sedução como Monika fosse construir uma rápida amizade com qualquer um que quisesse. O ambiente descontraído que as duas criavam era um colírio, inclusive para a súcubo, para olhos que haviam presenciado tanta desgraça nas últimas horas. Monika, já arrumada, jogou a toalha na cama e foi em direção a porta.

▬ Vou ver se eles servem algo pra comer nesse maravilhoso 5 estrelas. ▬
Falou em tom de deboche e abriu a porta do quarto.

Alda estava de costas, penteando o cabelo de frente para um espelho que havia perdido, provavelmente, metade de sua capacidade refletiva, preso a parte interna da porta do armário. Do lado de fora, no corredor, Ed pôde ver uma figura já conhecida. A fantasma ruiva se encontrava encostada na parede externa, com as mãos unidas em frente ao corpo, olhando para entrada do quarto. Contudo, o alemão não era o único a perceber a estranha figura ali fora. Monika ficou a encarando por alguns segundos e acenou bem vagarosamente, sem ser possível ver sua expressão, já que estava de costas. Na face de Elise, porém, um olhar de espanto e surpresa logo se materializou, mas a menina retribuiu com um meneio de mão igualmente vagaroso e sem jeito. O seu rosto afável, como sempre, parecia tão surpreso quanto qualquer um. Elise se manteve parada na porta, boquiaberta, com uma mão apontando para si mesma e a outra para o corredor, na direção que Monika havia seguido.

▬ Então. Vamos a onde irmão? Você vai num médico ou vai inventar mais alguma coisa? ▬
Indagou Alda, séria, ainda se penteando.

Ver perfil do usuário

7 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 05/07/14, 03:24 pm


Edward Herr Von Ulrich

E novamente Monika se esquivava de responder sobre o que havia acontecido entre eles. Sobre a "experiência". Mas antes que o alemão pudesse insistir, sua irmã havia entrado em cena.

Logo um sorriso estampou o rosto de Ed. Gostava da descontração entre as duas. Facilitava bastante as coisas.

- Namoricos? - Perguntou, levantando a sobrancelha e fazendo uma careta, seguido de um sorriso ao entrar na brincadeira.

Quando Monika saiu do quarto logo trouxe de volta os pensamentos da noite anterior. Proteger sua irmã. Tinha algo em mente, mas antes que pudesse dar prosseguimento a qualquer coisa, a imagem de Elise saltou-lhe os olhos. Não esperava vê-la por ali. Muito menos que Monika acenasse para ela. O que parecia claro é que ela também não esperava por isso.

- Er.. eu não pretendo inventar mais nada. Só espere aqui até eu acertar as contas do hotel para que possamos comer e sair. - Falou, sem dar algum direito de resposta a sua irmã para em seguida ir atrás de Elise. Não pretendia sair do corredor. Não queria correr o risco de voltar e sua irmã não estar no quarto, mas também não perderia a oportunidade de conversar com Elise, que da ultima vez havia lhe revelado bastante coisa.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

8 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 05/07/14, 10:26 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


Quando Edward saiu do quarto, Elise estava olhando para o final do corredor, certificando-se de que Monika já havia saído de vista. A ruiva olhou para o alemão quando esse se aproximou, olhando o de cima abaixo como costumava a fazer e soltando um sorriso desajeitado. Uma expressão muito mais calma e tranquilizante perdurou em seu rosto por alguns curtos segundos, para então voltar ao semblante espantado de antes, em um piscar de olhos. A garota chacoalhou a cabeça algumas poucas vezes e fitou o chão, envergonhada, para então olhar nos olhos de Edward.

▬ Ed! ▬
exclamou ela, contente; na sua maneira estranha de ser. ▬ Ed. Ela me viu! Eu tenho certeza que ela me viu! Você viu? Você viu ela me vendo, eu vi que você viu ela me vendo! Sabe. Você pode me ver, ela pode me ver, ta todo mundo me vendo. Alda me viu? Ai meu deus será que Alda me viu? Será que eu... que você... que você e eu, e a cois.... a Monika ▬ E assim Elise atropelou todas as suas palavras, falando de modo célere, nervosa, para então parar subitamente. ▬ Mas como... Como que ela me viu? ▬ Indagou ela, em um tom mais vagaroso.

Contudo, antes que Edward pudesse fazer qualquer coisa, a adorável e imprevisível ruivinha lhe deu um abraço. Era um abraço forte, um abraço místico. A estranha sensação de abraçar algo fora desse mundo causava micro reações únicas. Novamente, era possível notar que a experiência de tocar em Elise era diferente de tocar qualquer outra criatura e, um abraço tão próximo como esse, ia além. Era como uma sútil descarga de adrenalina passando pela sua coluna; um calor repentino percorrendo de sua cabeça a seus pés. Não era como o nervosismo de uma briga, a emoção de uma perda ou sequer uma atração sexual. Não era como coisa alguma, senão aqueles toques trocados nas ruas escuras de Frankfurt no último encontro, mas consideravelmente mais intensos.

Por fim, a fantasma soltou Edward e deu um passo para trás. Seu rosto estava corado e faltava-lhe coragem para focar-se nos olhos de Ulrich outra vez. Ela ficou em silêncio, desajeitada. Volátil, como sempre.

Ver perfil do usuário

9 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 11/07/14, 03:39 pm


Edward Herr Von Ulrich

- Ei, ei, calma! Vamos descobrir o que está acontecendo. - Falou o Alemão, enquanto abraçava Elise. Também estava confuso com toda aquela situação. Tanto o fato de Monika parecer tê-la visto, quanto aquela sensação estranha que sentia quando se tocavam. - Você também sente isso? - Perguntou, assim que a Elise se afastou dele.

OFF: Me perdoe o post curto, mas fiquei meio em dúvida do que fazer. ^^

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

10 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 12/07/14, 01:33 am

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)



Elise ficou inerte e calada por alguns curtos segundos, fitando Edward com um olhar duvidoso e os olhos semicerrados. Ela meneou a cabeça algumas vezes; parecia estudar o que seu amigo morto-vivo havia questionado. Repentinamente, a ruiva arregalou os olhos e um sorriso sem jeito começou a se formar em seu rosto.

▬ Isso o que, Ed? ▬
Indagou, enquanto o sorriso abria ainda mais em seu rosto meigo.

Suas bochechas ficaram ainda mais coradas e ela mordeu a parte inferior dos lábios, prendendo-a com os dentes. A fantasma juntou as mãos atrás da cintura, com os braços esticados, e executou um balançar suave de seu corpo para frente e para trás. Com tona ternura que tinha, voltou a falar.

▬ Cê ta dizendo que... que você... que sentiu alguma.... alguma coisa quando eu te abracei, Ed? ▬
Perguntou, sem graça, doce; adorável.

Enquanto isso os ouvidos de Ulrich, mesmo que desatentos, podiam captar a movimentação da irmã dentro do quarto. Não dava para dizer o que ela estava fazendo, mas era seguro afirmar que Alda estava longe da porta.

Off:
Sem problemas. E sinta-se livre para, literalmente, fazer qualquer coisa. Tentar se suicidar, matar todo mundo, comprar uma passagem e ir direto a Salvador, você que sabe. E não se preocupe com posts curtos, ainda mais se tratando de diálogo. Às vezes eu mesma só quero continuar um diálogo mas fico “enchendo” o post para dar um quê mais literário e enriquecê-lo um pouco.


Ver perfil do usuário

11 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 15/07/14, 02:53 pm


Edward Herr Von Ulrich

- Esse formigamento. Essa sensação diferente. - Respondeu o alemão, não entendendo muito bem o sorriso da ruiva.

E então, com as atitudes e palavras seguintes de Elise entendeu o que ela estava interpretando ali.

- Sim. Não! Não é besteira do jeito que você tá pensando - Falou, tentando dar um sorriso. - Não que seja ruim. Mas não é algo carnal. É .. É algo que eu não consigo explicar, gostaria apenas que você sentisse também.

Estava preocupado que Alda aparecesse ali e desse de cara com Elise. Não sabia se ela poderia ver a fantasma, mas se ela a visse, seria dificil de explicar mais uma conhecida de Ed envolvida no meio daquela situação toda. Por isso, sentia que tudo estava sobre controle enquanto sua irmã estivesse no quarto.

- Mas me diga uma coisa, como você está? Depois da última noite..

oFF: Eu sei que posso fazer qualquer coisa. Tenho até uns planos pra por em prática em breve. Só não contava com a presença de Elise ali. ^^


Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

12 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 16/07/14, 06:10 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)



Com a segunda resposta de Edward a garota fantasma ficou perdida, sem ter para onde olhar. Seu semblante sorridente logo mudou para uma expressão decepcionada e confusa. Elise estava absolutamente sem graça, envergonhada com a situação e o gaguejar de suas palavras em nada ajudava.

▬ Nã-Não. Não pen-pen...pensei besteira. Ed. Que tipo... tipo de besteira? Hã? ▬
Disse ela, tentando forçar uma expressão de desentendida. ▬ Não te-te-na... tem nada a ver ▬ Reafirmou, afastando-se um pouco.

A pequena ruiva engoliu a saliva algumas vezes, enquanto seus olhos rodavam todo o corredor, cruzando por curtas e assustadas frações de segundos com os de Edward. Ela chegou a ensaiar a fala com alguns movimentos em silencio de sua boca. Repetiu isso por alguns momentos até aparentemente se recompor.

▬ Eu estou bem, estou bem. Por que eu não estaria bem? ▬
Disse ela, diminuindo o tom e forçando um sorriso no final. ▬ Mas você não precisa se preocupar comigo, né? O problema é ela. ▬ Disse, fitando o corredor. ▬ Sempre ela ▬ Sussurrou, ainda olhando na direção para onde Monika fora no corredor. ▬ É melhor eu ir embora antes que ela me veja de novo, não é? Vai saber porque ela ta me vendo agora... ▬ Elise proferiu apressada, iniciando seu movimento na mesma direção.

A ruiva não se despediu e nem deixou um adorável sorriso como costumava a fazer. Ela simplesmente foi andando com um semblante vazio no rosto. Contudo, sua imprevisibilidade se mantinha a mesma. Da mesma maneira como era uma tarefa simplória entender as emoções expostas por Elise em alguns momentos, em outros, porém, era como tentar ler uma pedra. O súbito olhar distante da menina e suas ações desconexas eram os mesmos de sempre. A garota seguia caminho, calmamente e sem atos fantasmagóricos, pelo corredor, em direção às escadas.

Ver perfil do usuário

13 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 17/07/14, 11:36 am


Edward Herr Von Ulrich

Foi necessário uma dose de concentração para que o alemão não deixasse transparecer a surpresa ao ver a mudança de atitude de Elise.

- Porque o problema é ela? - Perguntou Ed, no meio daquela confusão que havia se tornado Elise. - O que tem ela te ver? Talvez ela possa nos ajudar..

A surpresa foi ainda maior quando a fantasma simplesmente virou-se e começou a andar.
Demorou cerca de um minuto para que Ed fosse atrás dela.

- Ei, ei. - Falou, assim que se aproximou. Pegando-a no braço - Me desculpe se te magoei com alguma coisa. Mas se acalma. Vamos conversar com a Monika. Ela está do nosso lado! Talvez ela possa nos ajudar com tudo isso que tem acontecido.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

14 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 17/07/14, 06:10 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


Mesmo com o andar calmo de Elise, o tempo que Edward levou para reagir à sua mudança abrupta de comportamento fora suficiente para ver a ruiva fazer a curva no corredor e seguir pelas escadas. O alemão encontrou a menina  já no andar de baixo, mas não fora a única pessoa que encontrara ali.

A morena estava vindo no sentido contrário, o que fez Elise, assustada, parar imediatamente. Foi possível ver a expressão confusa de Monika ao olhar para a jovem ruiva. Contudo, a súcubo não dera tempo para nenhum dos dois falarem alguma coisa. Ela parou ao lado da garota e alternou olhares entre os dois.

▬ Não estou sabendo de alguma coisa aqui? ▬
Indagou Monika, mantendo um tom simpático. ▬ O que vocês vão falar comigo? Eu posso ajudar com o que gente? ▬ Indagou ela, mas direta; menos simpática. ▬ A propósito, você é a... ▬ Monika olhou para a garota, esperando que ela a completasse.

No instante que a súcubo questionou Elise, a garota voltou seu olhar para Edward, com a boca semiaberta e com o nervosismo estampado em sua face. A garota chegou a dar um passo para trás ao ser questiona. A estranheza daquela situação era única. As duas trocavam olhares entre si e, eventualmente, buscavam Ulrich com diferentes expressões faciais que falavam por si próprias.

Ver perfil do usuário

15 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 22/07/14, 04:23 pm


Edward Herr Von Ulrich
Pegar uma conversa pela metade, palavras soltas nunca havia sido uma boa maneira de entrar na conversa e por isso, assim que Monika falou, um mal estar se instalou com a presença da morena. Algo que Ed não poderia imaginar.

- Esta é Elise. - Respondeu o alemão, assim que viu que a própria não faria. - Ela pode.. Bem, é uma história grande. Podemos voltar para perto do quarto enquanto conversamos? Só de pensar em toda essa história maluca me faz querer ficar perto da minha irmã e me certificar de que ela está bem. Assim que fizer isso, conversamos, pode ser? - Algo que Ed não queria era dar a chance para que algo de ruim acontecesse a sua irmã. Por isso, a ideia de ficar ali, no meio de um corredor, longe dela explicando aquela estranha situação a Monika, não cogitava a ideia de dar chance ao azar. Ainda que tinha planos para livrar Alda desse problema que havia se metido e não esperava que um possível sumiço acontecesse.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

16 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 22/07/14, 11:52 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


A morena manteve uma das sobrancelhas arqueadas, ainda alternando olhares entre Edward e a fantasma, mesmo após ela ser apresentada. Subitamente, os olhos de Monika focaram-se em algum espaço vazio entre as duas figuras a sua frente, enquanto sua boca se abria vagarosamente e a expressão em seu rosto se tornava de espanto. Após olhar Ed uma última vez, em um lento meneio de cabeça, como quem calcula cada segundo do movimento, a súcubo encarou Elise. Era o sobrenatural reconhecendo o sobrenatural, mais uma vez.

▬ Eh...Rh... Eh... ▬
Tartamudeou Monika, engolindo seco ▬ Não. Não. Pera ai. Você é... Tipo. Elise? ▬ Indagou, incrédula, soltando algum palavrão em italiano logo após. ▬ Nã-nã-não não não. Não tem como ser A Elise da última noite. Né? Aquela que Ed tava falando e que é... ▬ Calou-se repentinamente.

Nesse momento a súcubo fechou os olhos com força e levou a mão direita à testa, apertando-a e inclinando a cabeça suavemente para a frente, enquanto executava curtos meneios de negação. Elise, por sua vez, apenas olhou para Edward, aparentemente sem saber o que fazer. Ficou inerte após escutar o jovem Ulrich, esperando uma reação da morena.

A beldade dos olhos verdes, por fim, levantou sua cabeça, com olhos arregalados e olhou para cada um dos presentes. Monika deu um forte suspirou com as mãos na cintura, passando uma delas no cabelo logo após. Em outro sinal de negação com a cabeça, ela passou no meio dos dois e seguiu de volta para o corredor. A fantasma, com seu semblante assustado, entreolhou Edward rapidamente e foi atrás de Monika, tentando acompanhar seus passos apressados.

▬ Espera! ▬
Exclamou Elise, sem muito sucesso.

▬ Por que eu posso te ver!? ▬
Vociferou a súcubo, nada contente. Virando para trás em um gesto abrupto, já no meio do corredor.

▬ Não sei! Eu também fiquei surpresa Monika. Eu não sei de tudo. ▬
A garota respondeu receosa.

▬ Meuuu paaai... Por que?! Tudo o que me faltava era ver gente morta agora. ▬
Proferiu Monika em um tom curiosamente agressivo e alto; notavelmente insatisfeita. ▬ Como se não bastasse... ▬ Juntou os lábios e bateu a mão na perna, fitando Ed no fundo do corredor e depois Elise novamente. ▬ ... Essa merda toda.

A fantasma olhou para trás em busca de Ulrich, com um olhar abatido no rosto, voltando a olhar para frente posteriormente, mas não para a morena. Elise agora fitava o chão, sem reagir aos comentários de Monika. O trio se encontrava na metade do corredor, com a súcubo um pouco mais próxima da porta do quarto. Não havia movimento, nem barulho, senão a portentosa voz de Monika. Cortada, porém, por um singelo pedido da fantasma.

▬ Desculpa... ▬
Proferiu em um tom tristonho; inconfundivelmente meiga e inocente. Calando a súcubo, quem ficou a olhar seu amigo meio morto.

Ver perfil do usuário

17 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 28/07/14, 07:20 pm


Edward Herr Von Ulrich

o alemão claramente se surpreendeu quando Monika lembrou da estranha conversa da noite anterior. Não imaginava que a súcubo poderia fazer a ligação tão rápido e bem, imaginava que ela também poderia ficar feliz com o fato de agora ver Elise e ela poder ajuda-los. Só que não fora bem assim que as coisas aconteceram.

Durante algum tempo os olhos de Ed se limitaram a vagar entre as duas. Elise e Monika, principalmente quando Monika a indagara a fantasma sobre o fato dela a estar vendo também. Os olhos de Ulrich brilharam por um rápido momento pensando que talvez essa fosse uma pergunta que Elise pudesse responder e não mais uma a se juntar nos infindáveis mistérios da vida de Ed, e infelizmente, com a resposta de Elise ficava claro que a segunda opção havia sido a certa.

"Merda! Monika pode estar .. morrendo?"

Fora o pensamento do alemão enquanto Monika se afastava. Mas não teve tempo de fixar muito essa ideia na mente. Monika não estava nada feliz com toda a situação e não fazia nenhuma questão de esconder. Já estava claro que Ed não era um cara de coração mole, já Elise..

- Está tudo bem, ela só está assustada com isso tudo também. - Falou Ed para Elise, logo após correr atrás dela e envolver seus ombros com seus braços. - As coisas não estão fáceis para ninguém aqui. - Falou, olhando dessa vez para Monika, mas era um comentário voltado a todos. - Temos que tentar entender isso. - Agora, fitando Monika, Ed continuou a falar. - Você tem se sentido bem? Eu posso vê-la porque estou meio morto.. será que você... - Não era preciso terminar de falar. Não queria cogitar essa possibilidade. Mas ainda sim, era algo palpável. - Será que Alda conseguiria vê-la também?

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

18 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 29/07/14, 10:22 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


Elise apenas encolheu um pouco os ombros com o toque de Edward e balançou a cabeça algumas vezes em concordância. Monika, por sua vez, passou a mão nos brilhosos cabelos negros e inclinou a cabeça para trás para então soltar um longo suspiro. Ela semicerrou os olhos quando Edward deixou sua frase incompleta no ar e logo se pôs a responder.

▬ Não Ed. ▬
Disse ela em um meneio negativo de cabeça ▬ Eu não to virando mei... ▬ A súcubo se calou repentinamente e em céleres movimentos alternou olhares entre os dois. ▬ É isso! É claro. É claro, faz todo sentido. ▬ Disse ela surpresa, fitando o horizonte. ▬ A sua energia vital é diferente Ed. É como se... Eu dreno energia das pessoas através do sexo. Tem quem chame de energia sexual apenas, mas na verdade eu dreno a força vital da pessoa e isso sacia minhas necessidades. ▬ Continuou a falar, aproximando-se do alemão. ▬ Parte da tua energia te liga com esse mundo, parte te liga com o mundo deles. ▬ Apontou para Elise com as mãos abertas. ▬ Eu não consigo nem me lembrar direito de ontem à noite e hoje eu acordei... estranha. Só poder ser isso. Tem que ser isso ▬ Concluiu Monika, nervosa.

A fantasma escutou tudo o que fora dito com a cabeça baixa, com os olhos fixados no chão. A garota se dispôs a falar unicamente para indagar a súcubo quando ela parou de falar.

▬ Então... você se “alimentou” dele? ▬
Indagou Elise, com receio em sua voz.

▬ Sim. ▬
Respondeu Monika sem se importar. ▬ Sim e eu não quis falar nada por que não me lembro direito. Eu sabia que alguma coisa ia acontecer de diferente, mas... Eu não esperar que ia falar com gente morta! ▬ A morena olhou uma última vez para a garota antes de dar alguns passos no corredor, na direção contrária de Ed.

Elise se manteve calada novamente, esfregando as mãos nos braços, que  estavam cruzados na frente do corpo. A fantasma mantinha seu olhar tristonho no chão e, em momento algum, ousou cruzar olhares com Monika novamente. A súcubo parou na porta do quarto, com a mão na maçaneta.

▬ A Alda não vai ver ela. Claro que não vai ver ela. ▬
Proferiu apressadamente, sem passar muita confiança em suas palavras.

Toda aquela história de energia contada por Monika era mais um adendo ao universo surreal que Edward fora apresentado recentemente. A súcubo ficou a olhar para o jovem Ulrich, enquanto seus dedos delicados repousavam sobre a maçaneta do quarto onde estava Alda. Ela olhou para Elise algumas vezes, com a estranheza estampada em seu rosto. A afável ruiva trocou olhares envergonhados apenas com Edward, mas não se moveu um passo sequer.

Ver perfil do usuário

19 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 04/08/14, 07:57 pm


Edward Herr Von Ulrich

Em nenhum momento havia passado na cabeça de Ed a possibilidade que Monika havia apresentado ali. Realmente, era uma boa questão. Sua energia vital deveria ser o suficiente para ela poder ver fantasmas também.

- Esse é o problema. Você fica fugindo de me contar como está. - Reclamou Ed. - Se tivesse falado algo, não passaria pela minha cabeça essa besteira de você estar morrendo. - Falou novamente o Alemão.

Quando Elise indagou Monika, novamente a resposta dela não havia sido nada sútil. Estava claro que ser sútil não era do feitio de Monika.

- Me desculpe por isso também.
- Falou baixinho no ouvido da Elise. Por algum motivo, sabia que o jeito como Monika se referia a ela a machucava e não gostava disso. Afinal, ela poderia ser bastante útil para ajudar a entender toda a confusão que havia se metido.

Mas ainda sim, o alemão queria testar a possibilidade de Alda vê-la. Monika havia apresentado uma boa possibilidade, mas ainda sim, tinha que ter certeza.

- Vamos experimentar. - Respondeu Ed, incentivando com a cabeça a entrada de Elise com eles no quarto. - Vamos lá. - Falou Ed, dessa vez para Monika.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

20 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 07/08/14, 06:14 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


A súcubo encarou Edward com um olhar ligeiramente desagradável. Uma de suas mãos parou na cintura enquanto a outra mexia nos sedosos cabelos negros. Ela deu um passo à frente, na direção de Ed, e respondeu em um tom agressivo.

▬ Eu não estou fugindo de te contar nada. Eu não tenho que... ▬
Monika parou a frase no meio e fitou o outro lado. ▬ Me dá um tempo tá? Me dá um espaço. ▬ Proferiu no mesmo tom nada amigável.

Foi a própria morena quem tomou a iniciativa de abrir a porta. Antes, porém, ela resmungou algo em italiano e em um meneio de cabeça, seguido de um breve suspiro, mostrou o quão descontente estava com aquela ideia. Monika abriu a porta e foi entrando no quarto e imediatamente mudou o semblante e seu tom de voz.

▬ Vamo logo garota! ▬
Vociferou Monika para Alda, no tom jovial que costumava a falar com ela. ▬ Teu irmão não vai sair da tua cola cara. Não precisa ficar todo enfeitada que não é aqui que tu vai achar um príncipe encantado não. ▬ Continuou a brincar, partindo para arrumar o resto de suas coisas.

▬ Ahh não enche! ▬
Alda respondeu prontamente. ▬ Eu já to pronta há muito tempo. Tava esperando vocês pararem com o amorzinho “secreto” de vocês.

Elise observava espantada tudo aquilo. Seus olhos desviavam-se de Monika apenas algumas vezes para cruzarem com os de Alda. A fantasma não passou muito da porta. Ficou lá, parada, observando toda a atuação perfeita da súcubo. A irmã Ulrich, contudo, já havia claramente olhado para a direção de Elise, mas até então não esboçara nenhuma reação adversa.

Alda, depois de pôr sua mochila nas costas, segui para porta, o que fez com que a ruiva desviasse em um pulo da rota que a garota tomara. Alda parou exatamente embaixo da porta e voltou a olhar para o quarto. Antes de falar, porém, esfregou as mãos nos braços, fez uma careta e resmungou algo sobre um vento frio.

▬ E então? É pra hoje? Eu to com fome! ▬
Disse Alda.

Monika abriu um sorriso completamente forçado para Edward o manteve para a fantasma. Ela não precisou falar uma palavra sequer para expressar o quão “certa” ela estava sobre a experiência. A morena já estava terminando de juntar suas coisas.

Ver perfil do usuário

21 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 12/08/14, 02:48 pm


Edward Herr Von Ulrich

Por alguns segundos a aflição tomou conta do alemão. E então, a teoria de Monika havia se mostrado certa. O que de certo, era um alivio para Ed.

- Vou só no banheiro e já descemos. Também estou morrendo de fome. - Falou para Alda, para em seguida seguir até o banheiro e rapidamente, olhando para Elise, tentaria indica-la para ir com ele.

Como as vezes que Elise apareciam eram inconstantes, queria de alguma forma que a fantasma ficasse perto deles, queria ter um tempo para conversar com ela e tentar tirar proveito de sua presença. Mas não faria isso perto de Alda, por isso, esperava que ela fosse até o banheiro para que pudesse marcar com ela alguma hora, algum dia, não simplesmente esperar a boa vontade dela de aparecer.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

22 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 30/08/14, 06:51 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)



Alda respondeu com um meneio de cabeça, mas a morena usou de um olhar assaz sério para responder a ida ao banheiro de Edward.

▬ Vamos descendo então. ▬
Disse Monika.

A súcubo seguiu para a direção da porta, mas antes lançou um último olhar cortante para Ulrich e outro para a fantasma para então sair do quarto balançando a cabeça negativamente. As duas seguiram caminho até que não pudessem mais ser ouvidas pelo alemão. Elise, por sua vez, esperou inerte até que Edward entrasse no banheiro; ou ao menos fora o que pareceu.

Assim que entrou no pequeno e mal iluminado banheiro do quarto, a primeira coisa anormal que notara não fora o mármore manchado da pia, nem as rachaduras espaçosas no espelho, mas sim Elise para, embaixo do chuveiro desligado, olhando para Edward. A garota abriu um leve sorriso, sem graça.

▬ É melhor eu ir embora logo pra não causar mais problemas... ▬
Disse ela em um tom desanimado.

Ver perfil do usuário

23 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 02/09/14, 11:42 am


Edward Herr Von Ulrich
De certa forma, o fato de sua irmã não poder ver Elise era um alívio. Não queria que ela se envolvesse mais nesse bizarro mundo que agora fazia parte. E ela ver Elise, o traria para ele, querendo ou não.

- Você não causou problemas. - Respondeu à Elise. - Monika que ultimamente anda muito estressada. No momento, preciso ajeitar algumas coisas com Alda. Mas quando você quiser aparecer para conversar, será bem vinda. Enquanto não descubro um jeito de não ser um devorador de humanos e me mantenho entre os dois mundos, vai ser bom ter alguém que está do outro lado para conversar. - Levou sua mão até a maçaneta. - Sempre que quiser conversar, me procure que daremos um jeito. E se descobrir algo que possa me ajudar a entender melhor o que eu sou agora, não hesite em me dizer. Seja o que for.

Por algum motivo, Ed simpatizava com Elise. Talvez pela sua beleza. Pelo fato dela estar morta ou simplesmente por ela parecer disposta a ajuda-lo. Mas sabia que ela não poderia ficar andando com ele para um lado e para o outro. Não conseguiria prestar atenção nas coisas como deveria.

Assim que se despedisse da fantasma iria ao encontro de Monika e Alda. Estava na hora de começar a botar em prática a ideia que tivera para salvar Alda aquela loucura toda. Mas primeiro, tentaria ter uma manhã tranquila no café da manhã.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

24 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 08/09/14, 07:00 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


Os olhos inocentes de Elise fitaram Edward sem desviarem pela primeira vez. A garota, com a cabeça ligeiramente inclinada, esperou em silêncio com que o alemão se calasse. Em um singelo ato, a fantasma abriu um suave sorriso e deu um abraço em Edward. A sensação era a mesma de antes, porém, surpreendente como se fosse uma primeira vez. A pequena ruiva nada mais falou e, como já fizera outras vezes, se afastou de Edward, atravessou a porta e sumiu de sua vista sabe-se lá para onde.

O hotel era assaz silencioso, de uma maneira sinistra, na qual os raros sons interiores que preenchiam o vazio eram o do ranger da madeira vetusta que formava boa parte de sua mobília. No térreo, na área de alimentação, Monika e Alda encontravam-se sentadas à uma mesinha com quatro cadeiras. A irmã acenou para Edward e voltou a mexer no celular. As duas não eram as únicas ali embaixo. Um senhor de meia idade, obeso e de pele mestiça sentava-se à uma mesa próxima da sórdida janela baixa com manchas amarelas viscosas e alguns resquícios de letras descolando. Além da atendente-garçonete, com marcas do tempo em seu corpo, que trabalhava sozinha, uma outra figura soturna marcava sua presença, sem muito destoar daquele ambiente melancólico. Contudo, essa era uma figura que já habitava as memórias de Edward.

O sobretudo preto, o capuz no rosto, a compleição cadavérica daquele homem branco, muito branco, macérrimo e notavelmente alto eram inconfundíveis. Tal qual seus olhos de um tom azul acinzentado e seu cordão prateado indecifrável. O homem fitava o chão a sua frente, inerte, segurando uma xícara de café na sua mão direita, enquanto a outra repousava no bolso. Era Ele, o estranho apostador que escolhia os mais feridos, o estranho homem que havia trocado olhares na cafeteria. Curioso, porém – senão assustador – era perceber como sua palidez mórbida tanto se assemelhava com a daquele homem.

Aparentemente, Edward não fora o único a notar a presença daquele sujeito obscuro. A morena, assim que virou para trás e fitou Edward, moveu os olhos na direção do homem e, ao volta-los para Ulrich, franziu a testa e disfarçou com um sorriso, voltando-se para mesa novamente.

Ver perfil do usuário

25 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 16/09/14, 12:39 pm


Edward Herr Von Ulrich
Em um outro momento, em uma outra hora, tentaria entender essa estranha conexão que tinha com Elise. Toda vez que a tocava, essa sensação o deixava intrigado. Mas infelizmente, não sabia descreve-la de forma exata. Mas de qualquer maneira, isso ficaria para outra hora. Tinha outros planos para esse dia.

O café da manhã tranquilo teria que ficar para depois. A figura daquele homem havia deixado claro isso. Mas agora, o principal, era saber o que aquele homem estava fazendo ali e claro, não colocar Alda em perigo de jeito nenhum.

- Já escolheram algo pra comer? Podemos pedir algo em outro lugar, se preferirem. Um café da manhã descente, por minha conta! - Sugeriu o alemão, pedindo uma ajuda com os olhos para Monika para talvez conseguirem sair dali, sem levantar suspeitas de Alda.

oFF: Evaa, me perdoe a demora. Essa semana foi corrida pra mim.
Sobre a postagem, fiquei um pouco confuso sobre este homem. No caso, Ed conhece o homem do passado né? Da época das lutas?

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

26 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 16/09/14, 07:34 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante

Off: JP, desculpe. Com todos esses acontecimentos recentes acabei me distraindo em alguns detalhes menores. Um deles é descontar o pagamento do Hotel. Então aqui entra a mágica do Mestre para dizer que Monika “acertou” tudo rsrs. Confessou que estou me achando meio descuidada, mas vou mudar isso. Quanto ao sujeito, imaginei que não fosse lembrar, pois foi literalmente nos primeiros posts do RPG que citei ele. Eu mesma tive de reler para ter certeza. Seguem alguns trechos lá do começo:


19 de abril de 2011, Frankfurt am Main, Alemanha.


[...]


“Contudo, lá estava, também, uma figura estrambólica. Um sujeito com potencial financeiro para ser o quarto favorito, mas longe de demonstrar qualquer traço de confiabilidade. O Homem era mais do que demasiado estranho. Maior que Edward, estava usando um sobretudo negro com capuz, sua compleição era raquítica e sua expressão, escondida nas sombras, era assustadora. Olhos azul acinzentado, ariano, quase albino. O cordão de prata grotesco e de simbologia desconhecida, porém sombria, combinava em um misto sinistro com as tatuagens de caráter épico em seu rosto barbado.

Fora o primeiro contado com aquele sujeito esquisito. Fora o primeiro puxar das notas de 500 euros. O primeiro apostar no candidato mais favorável a derrota. O começo.”


[...]


27 de abril de 2011, Frankfurt am Main, Alemanha.


[...]


“Ele atravessou a cafeteria em passos robóticos e silenciosos. Ele esticou os dedos compridos e enluvados para apanhar uma colherzinha plástica no balcão. Por fim, Ele saiu em passos iguais, reservando um meneio de cabeça para Edward, fitando-o com aqueles olhos secos e estáticos. Era Ele, o peculiar homem que sempre apostara nos perdedores. Notas altas e sem significado. Nessas poucas semanas, tudo que se podia saber sobre esse sujeito era o fato de ser mais estanho do que aparentava, ter dinheiro e parecer, controversamente, se preocupar com lutadores feridos. Que mal tem, se ele estava pagando e mantendo o silêncio como seu maior companheiro?

Todavia, dentre todos os encontros na casa de lutas ou nas noites da agora tétrica Frankfurt, este fora o único que o estranho concedera a Edward um olhar; um cumprimento. Era intrigante ver essa figura, que por mais conhecida que fosse, seus olhos nunca se acostumavam a ver, trocando olhares com ele. Como chegara, ele fora embora. Uma incógnita.”


--------------




▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)




Monika era suficientemente mais do que esperta para entender a simples troca de olhar. Ela abriu um sorriso e colocou a mão sobre sua bolsa. Sem perder tempo, concordou com a proposta de Edward, fazendo-a parecer irrecusável.

▬ Graça a Deus! ▬
Exclamou ela. ▬ Sério. Pelo cuidado desse lugar eu tenho medo da comida daqui. ▬ Disse e então fitou Alda nos olhos. ▬ Tu viu a mão daquela mulher? Errh... ▬ Indagou retoricamente fazendo uma cara de nojo.

▬ Ta bom, ta bom. ▬
Respondeu Alda. ▬ Mas você ta me devendo um verdadeiro café da manhã em Ed, é bom valer a pena mesmo. ▬ Acrescentou em um tom imperativo ▬ E rápido! Antes que eu morra de fome. ▬ Brincou, levantando-se.

As duas saíram andando muito próximas, cochichando alguma coisa, que fizera Alda olhar sobre os ombros algumas vezes para a garçonete. A bizarra figura continuou inerte, mas dessa vez claramente fitando Edward. O homem não hesitava em olhá-lo nos olhos, encarando-o com por de trás da sombra que escurecia seu rosto pálido. Quando o trio já estava a duas esquinas de distância do Hotel, a morena foi a primeira a notar o sujeito fora do estabelecimento e, em outra troca de olhares, avisou Ulrich. O homem estava parado na porta do hotel, virado na direção dos três. Suas mãos permaneciam no bolso e o indivíduo aparentava não se importar de disfarçar seu olhar.

Ver perfil do usuário

27 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 23/09/14, 04:15 pm

OFF: Evaa, só passando pra avisar que a postagem deve sair lá pra domingo. Comecei a trabalhar, to pegando no turno da manhã, to acordando 3:50. Então quando chego em casa, não muita coisa na cabeça a não ser dormir. Mas vou tentar regular melhor para não ficar com intervalos tão grandes, ok? Me desculpe.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

28 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 28/09/14, 06:08 pm


Edward Herr Von Ulrich

- Pensei que vocês deixariam a fome falar por cima da razão. - Comentou, tentando descontrair o clima, de forma que sua irmã não percebesse a preocupação sobre aquele estranho sujeito que estava ali.

Assim que Ed percebeu que o homem não havia ficado para trás, o sentimento de ameaça claramente cresceu em seu peito. Não por si, mas sim por sua irmã. Sabia que entre os três ali, Alda seria a mais vulnerável em seja lá o que fosse que aquele estranho poderia fazer-lhes.

- Merda! - Falou Edward, passando as mãos em seus bolsos. - Esqueci a droga da carteira no banheiro. - Seus olhos procuraram o de Monika em confidencia. - Vão se adiantando e fazendo os pedidos que eu vou lá buscar a carteira e já volto. - Falou, enquanto girava sobre seus tornozelos-los - Ah, peçam ovos para mim. Não demoro.

O alemão tinha a intenção de fazer com que Monika cuidasse de sua irmã. Não sabia o que aquele homem queria, mas estava pronto para descobrir.

Caminharia o mais lentamente possível em direção ao hotel para que desse tempo de sua irmã e Monika pudessem entrar em algum estabelecimento. Assim que isso acontecesse, não perderia tempo. Iria em direção ao homem entender o que se passava. Não gostava dele. Não gostava do jeito que ele os encarava. Por isso não iria ser cordial com aquele estranho homem que de alguma maneira, já estava na sua vida mais do que o alemão gostaria de se lembrar. Talvez naquela época não desse tanta importância para isso, mas agora, talvez aquele homem tivesse alguma ligação com os lutadores que haviam sumido. Talvez aquele homem tivesse algum ligação com o que havia acontecido à ele. E estava pronto para descobrir.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

29 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 28/09/14, 08:59 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


▬ Edward Herr Von Ulrich ▬


Sexta-feira, 13 de maio de 2011, fim da manhã
Último saldo:
€ 27.000,00 (--)
Em mãos:
€ 150,00 (--)


Logicamente Monika reconheceu a artimanha de Edward no primeiro instante. A morena, porém, não pareceu gostar tanto da ideia e lançou um olhar assustado, que se tornou em um franzir de testa e um menear negativo de cabeça após entreolhar para o sujeito na porta do hotel. Contudo, nada mais ela pôde fazer sem alertar Alda. Esta última, por sua vez, parecia não dar tanta importância para as frequentes escapadas do irmão. Ela apenas soltou um longo suspiro e olhou descontente para o irmão.

Enquanto os passos lentos de Edward se desenvolviam pela calçada vazia, o estranho homem permanecia inerte, no mesmo lugar de antes. Ao se aproximar foi possível constatar com certeza que aquele individuo estava encarando o jovem Ulrich sem hesitar. Somente quando já estava muito próximo, outros detalhes daquela figura se tornaram evidentes e, consequentemente, o transformaram em algo muito mais assustador do que antes.

Sua pele, naturalmente mais branca, era realmente mais pálida e ressecada do que a de Edward. Seus lábios arroxeados eram cheios de cortes e os pequenos vasos sanguíneos de seus olhos saltavam em um tom vermelho vigoroso. O alemão, quem precisava olhar para cima para fitar o rosto do altíssimo homem, não teve tempo de falar nada ao parar de andar. Um sorriso mórbido abriu-se no canto da boca do sujeito, revelando seus dentes amarelos. Edward pôde sentir o frio atravessando sua espinha quando seus olhos se encontraram com os detalhes do cordão enferrujado que aquela figura tinha pendurado no pescoço. Aquele símbolo, apesar de desconhecido, não era efetivamente uma novidade, e o único local na memória do alemão que guardava algo semelhante era na sua experiência além-sonho da noite anterior. Era um símbolo muito parecido, se não o mesmo, com aqueles cravados no portão ciclópico daquele mundo sombrio que esteve. Contudo, as coisas estavam para ficar ainda mais sombrias.

▬ Edward Herr Von Ulrich.... ▬
Proferiu ele. Sua voz era completamente roca e grave, sombria e arrastada, como se tivesse dificuldade para falar e precisasse soltar muito ar para isso. E assim ficou a o encarar, sem sequer se mover, ainda com as mãos nos bolsos.

Ver perfil do usuário

30 Re: [RPG] Pena Capital (Solo) em 03/10/14, 08:52 am


Edward Herr Von Ulrich

Ed entendia que Monika preferisse que o alemão evitasse um encontro. Mas não poderia fazê-lo assim. Não com sua irmã por perto. Mais hora ou menos hora o estranho se cansaria dessa troca de olhares e tentaria uma aproximação, então, que fosse do seu jeito. Na sua hora. Sem enrolação.

Enquanto se aproximava, tinha em mente como seria sua abordagem. Havia considerado seriamente dar um empurrão naquele sujeito. Demonstrar força. Intimida-lo. Mas conforme fora se aproximando, sua estranha aparência fizera Edward recuar em sua decisão. Não sabia com que estava lidando e uma agressão poderia tornar as coisas muito mais complicadas para si.

- Parece que você já me conhece. Já eu não posso dizer o mesmo. - Falou, assim que escutou o homem falar seu nome. Tentando não mostrar seu espanto.
O fato do homem aparentemente o conhecer, não o deixava confortável. Não sabia nada do sujeito que estava parado a sua frente, e ele, pelo menos sabia o seu nome. O que era uma vantagem, do seu ponto de vista. Aquele era um homem assustador, e o quão mais rápido o alemão conseguisse resolver seja lá o que fosse com ele, melhor seria.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum