Sejam bem vindos ao RPG via Fórum, onde pretendemos reunir jogadores, curiosos e interessados nesse grandioso mundo que é o RPG

Conectar-se

Esqueci minha senha



Parceiros
Fórum grátis

Últimos assuntos
» Chat - BatePapo - Descontração
28/10/16, 08:53 am por Fake

» [RPG] Terra devastada(Survival Z)
09/08/16, 05:42 pm por Felype Dias

» [RPG] UNIVERSOS
31/05/16, 03:45 pm por Grifen

» [UNIVERSOS] Ficha e Instruções
31/05/16, 03:37 pm por Grifen

» [RPG] Caminho Das Chaves
17/03/16, 02:29 pm por LíderDosLíderes

» [Database] Caminho das Chaves
16/02/16, 05:32 pm por LíderDosLíderes

» [RPG] Turno da Noite (Solo)
05/11/15, 06:42 pm por OJPSampaio

» [RPG] Mundo Aberto – Vampires à Paris
28/06/15, 08:29 pm por RPGista

» Peste Negra em Sevilla: Fichas e Informações do Cenário
26/06/15, 04:50 pm por RPGista


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[RPG] Turno da Noite (Solo)

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

31 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 27/04/15, 09:24 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante

O teto escuro sobre a minha cabeça foi o foco da minha visão por alguns minutos, mesmo que nada estivesse vendo, enquanto minha mente se despertava naquele emaranhado de pensamentos e emoções controversas. Devo ter perdido quinze minutos ou mais ali, inerte, com os braços e pernas esticados sobre a cama. Até que, por um momento breve, um sentimento de culpa tomou conta de mim. Eu havia dormido na casa de um demônio. Sim, um demônio completamente estranho à minha pessoa. Sem querer forçar o trocadilho, mas o que diabos eu estava pensando?

Levantei as pernas, dobrando os joelhos no ar, e dei um pulo, girando o corpo para cair sentada na cama, com os pés descalços tocando o chão. A ressaca moral parecia querer deprimir o começo da minha noite, dado o meu corpo gélido que reagia com o despertar. Pois bem, não a deixaria. Eu estava inteira por fora – e isso já é assaz reconfortante – restava agora reatar os pedaços quebradiços da minha psique, para, enfim, curtir as sombras sob a luz da lua.

Lavei o rosto na pia do banheiro mais próximo, dei um trato no cabelo usando as próprias mãos e procurei os meus calçados. Voltei então para a sala à procura do meu anfitrião. Pensei nele, pensei com vontade no seu rosto aprazível e nas suas marcas. Será que funcionava com ele também, ou só com vampiros? Vá saber. Não queria perder tempo ali dentro; se John não estivesse por perto, tenho certeza que ele saberia algum jeito sobrenatural ignoto de me encontrar pelas ruas. Eu precisava de sangue, eu precisava de alguém diferente, eu precisava de roupas novas.

Ver perfil do usuário

32 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 05/05/15, 12:23 pm

▬  Laura Wright ▬
Sábado, 20:00 06.07.13
$ 2990




Que Laura gostava de testar novas experiências, era um fato e agora, para seu baú de conhecimento, a forma tão fácil de localizar outros vampiros não havia funcionado com o demônio. Por hora, sem outro para testar, ficava a certeza que com John não havia funcionado. E ali, naquele apartamento ele parecia não estar, visto que mesmo após sair de seu agradável quarto, o silêncio permanecia e só era quebrado quando os passos da vampira ecoavam na sala.

Mas a presença de John no momento não parecia importar muito para a vampira, que estava disposta a esperar ele. O importante agora seria sangue. Preencher o vazio do estômago.

Só que nem tudo saía como o planejado. Algo também que já estava claro na vida da vampira.

- Laura! - Falou Sophie, com um semblante melancólico, com os olhos ainda ainda vermelhos (literalmente). - Eu estava-te-procurando. - As palavras pareciam doer ao sair da boca da vampira, que estava ali, parada a frente da porta do demônio, impedindo a passagem de Laura. - Ma-taram ele! Mataram ele Laura. - Falou Sophie, desviando o olhar de Laura, tentando talvez esconder a lágrima de sangue que escorria pela sua bochecha já rosada.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

33 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 05/05/15, 07:16 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


Dei um passo vacilante para trás ao ver a figura de Sophie. Eu ainda não conseguia correlacionar com algo bom ou ruim, como a maioria das coisas. Franzi a testa, assustada, ela parecia alguém orgulhosa de mais para aparecer assim na minha frente. Talvez outro de meus péssimos julgamentos. Ela estava ali e parecia precisar de ajuda e, além de tudo, proferia notícias mórbidas. O curioso é que eu não teria lágrimas a derramar para ninguém, mas muitos que eu conheci até então poderiam me prover um bom sorriso com essas novidades.

▬ Sop... ▬
Estendi ambos os braços e apoiei as mãos sobre os ombros dela, de forma a procurar conforta-la ▬ Calma garota. Mataram quem? ▬ Indaguei em um tom sereno.

Não ousaria chutar nomes nesse momento, pois sei que alguns deles talvez fossem gerar alguns conflitos entre eu e Sophie. Contudo, já estava preparada para ouvir qualquer tipo de história sórdida. Não seria John, seria? Não, óbvio que não, isso não tem nada a ver com Sophie. Abri espaço e sinalizei para dentro do apartamento.

▬ Não quer entrar pra me contar que merda que aconteceu? ▬
Convidei a vampira, ignorando totalmente o fato desse não ser meu apartamento.

Ver perfil do usuário

34 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 05/05/15, 08:40 pm

▬  Laura Wright ▬
Sábado, 20:05 06.07.13
$ 2990


- Mataram ele, Laura. - Falou mais uma vez, agora limpando o rosto de sangue. - Eu-não pude fazer nada. Aquele imbecil!- Ela falou, deixando a lágrima escorrer mais uma vez, para finalmente se recompor.

Sophie não havia proferido em palavras que concordaria entrar. Mas com passos vacilantes ela se dirigiu para dentro. Por alguns segundos, seus olhos voltaram a encarar Laura. Havia ali algo da antiga Sophie, mas que parecia estar perdida entre a tristeza e a incredulidade.

Sentada no sofá e um pouco mais controlada, finalmente a vampira falou. - Matt, Laura. Ele está morto. - Ficava claro a força que a vampira fazia para se manter no controle.

- Quem é Matt? - Perguntou John, entrando pela porta, trazendo consigo umas sacolas. -Ah, olá, sou John. O demônio da outra noite. Se é que isso importa no momento.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

35 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 14/05/15, 02:41 pm

OFF: Evaa?

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

36 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 16/05/15, 08:57 am

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


Off:
Desculpa, JP. Estava passando por umas provas e tive que apresentar um seminário de última hora. Devia ter te avisado.

Quando aquele nome fora proferido ele me atingiu como um choque no peito. Naquele momento eu me perdi outra vez na confusão da minha mente e sentimentos. Eu não sabia o que pensar, o que sentir, mas com certeza não era algo bom. Involuntariamente imaginei Matt em minha cabeça, procurei-o pelo mundo, usando o tal do sentido vampírico.

▬ Com... Mas como assim? ▬
Vacilei em minhas próprias palavras, fitando Sophie aturdida. ▬ Mas que merda Sophie o que aconteceu? ▬ Proferi em um tom mais celerado
.
Meu próprio corpo se confundia em esquentar ou esfriar, o que acabou gerando alguns efeitos curiosos, como uma mão extremamente gelada e outra consideravelmente quente. A notícia me abalava e eu não podia negar. Senti um vazio súbito, como se eu nunca mais fosse poder esclarecer as coisas com o meu primeiro “amigo” vampiro. A implicância que eu tinha pareceu se desfazer completamente.

▬ Um... um... Um conhecido, John. ▬
Respondi, sem olhar para ele.

Two, pobre Two. Como já cansei de chegar essa conclusão, a simpatia de Two era o que mais me agradava naquela estranha corporação de vampiros que eu havia me metido. Senti por ela e, no mesmo momento, deixei que sua imagem invadisse minha mente, também a procurando nesse mundo. Não! Definitivamente esse não era o nome que eu queria ouvir. Continuei perto de Sophie, esperando uma explicação melhor, mesmo sabendo que o que viesse em nada ia me confortar. Seria cômico, se não fosse trágico, o quanto as minhas noites não conseguem começar com um pingo de alegria. Notável, porém, era como eu carecia de empatia para perceber que era ela quem precisava de algo para conforta-la; como dizem por aí, de um ombro amigo.

Ver perfil do usuário

37 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 24/05/15, 11:16 am

▬  Laura Wright ▬
Sábado, 20:23 06.07.13
$ 2990



Tudo que Laura poderia sentir no momento era o vazio. O catucar comum, que deveria indicar onde um vampiro se encontrava, não estava lá. Pelo menos não ao pensar em Matt.

- Ontem, quando te procurei. - Começou a falar Sophie, agora claramente mais controlada. - Ele havia me falado ontem que havia achado um jeito de salvar Two. Tira-la do coma. - Ela deu um meio sorriso. - Como sempre, achando que pode salvar todo mundo. - O sorriso se desfez. - Perguntei a ele o que ele iria fazer. Ele me respondeu simplesmente. "Trazer sangue real"

- Sangue real? Da realeza mesmo? - Cortou John.

Sophie sacudiu a cabeça concordando.

- Não sabia que existia realeza aqui em Nova Iorque. Pra mim vocês viviam na Transilvânia ou algo assim.

- Mas existe. Confesso que no começo achei uma ideia estúpida. Ninguém da realeza daria o sangue para ele. Foi então que eu fui até você, te chamar pra zombar um pouco dele. Vê-lo fracassar. Mas Matt tinha um plano um pouco mais audacioso do que eu esperava. - Ela deu uma leve mordida nos lábios, claramente tentando controlar a frustação. Ou a tristeza. - Ele havia reunido imagens de John - Ela olhou para o demônio - Não você, claro. Mas o último filho da realeza, vendendo seu sangue. Algo que é proibido por eles. O sangue real é muito forte. Muito importante para eles e isso não seria aturado. E Matt sabia disso. Com as fotos e a gravação da negociação de John vendendo seu sangue, ele tinha uma ótima moeda de troca. - Ela olhou para o demônio. - Você tem algo forte para beber? Algo que possa esquentar o vazio aqui dentro? - Ela falou, recolhendo uma rápida lagrima de sangue que fugia. - Quando voltei a segui-lo, ele já estava falando com John. Tudo parecia certo. Fiquei surpresa. Até essa manhã. No caso, a algumas horas atrás. Quando Murdock recebeu a cabeça de Matt em um caixa de ouro.

Ela se levantou e começou a andar pela sala. Inquieta. Pegando o copo assim que John estendeu a ela.

- Sabe o que é pior? Murdock está furioso. Querendo começar uma guerra! Acha que foi uma das outras organizações. Pois é isso que fazemos quando matamos um vampiro de outra organização se intrometendo nos nossos negócios. Mandamos um "aviso". MAS EU SEI DE TUDO! E simplesmente, não sei o que fazer Laura. Não sei.. - Falou, deixando o corpo desabar no sofá. - Eu o amava Laura. Primeiro como homem. Depois como filho e irmão. Matt era bom. E morreu por isso. E eu, arrogante como sempre, não pude fazer nada.


OFF: Me perdoe também a demora Evaa, minha filha ficou internada de terça a sexta. E só deu pra postar hoje.
Da última vez, pensei que você não tivesse visto a postagem, porque postei logo em seguida de você.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

38 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 06/06/15, 08:29 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante

Off: D: Eu jurava que já tinha respondido. Dessa vez não foi nenhum empecilho; erro meu mesmo, desculpa.

Apesar da notícia, não sentir a presença de Matt com o dom vampírico era como decretar oficialmente a morte dele para mim. Isso incomodou mais do que eu gostaria. Tão súbito, tão distante. Tudo acabara de uma maneira abrupta e mal explicada, sem segundas chances para ambos os lados. Fim. Fiquei em silêncio, remoendo as ideias na minha cabeça, enquanto escutava a explicação de Sophie, ignorando os deboches de John, os quais, pela primeira vez, pareciam fora de hora.

Aquela história toda parecia exatamente o tipo de coisa que eu deveria me afastar. Afinal de contas, o que eu tenho a ver com todos esses problemas? Ninguém ali era algum tipo de amigo de infância ou irmão do coração. Os pesares da morte de Matt sumiriam em breve, bem como a relação com Sophie não era das mais fortes. Contudo, acho que já estou assaz exaurida dessa passividade toda. Não fora ontem que eu decidira ser inconsequente e trazer um pouco de “atitude” para essa vida? Enfim, andei lentamente até o sofá e me sentei. Cruzei as pernas e fitei Sophie.

▬ Então conte tudo, oras. ▬
Proferi em um tom mais sereno que pude emitir. ▬ Murdock vai declarar guerra contra essa tal de realeza, por acaso?

Troquei a posição das pernas e dei um longo suspiro, coçando a cabeça enquanto mirava o chão, como se olhasse além dele. Com as palmas das mãos abertas, bati das coxas e voltei a olhar para a vampira.

▬ Olha Sophie. Acho que ninguém podia esperar isso, certo? ▬
Indaguei retoricamente ▬ Eu sei que eu não sou a melhor pessoa do mundo pra se sensibilizar ou entender como superar sentimentos. Definitivamente, mas se tem uma coisa que eu aprendi é que não adianta ficar se prendendo a essa culpa que você não tem. A merda toda já foi feita e agora pelo que eu to vendo a questão é escolher qual o caminho que vai tornar essa problemática menos caótica. ▬ Mantive a seriedade e, por fim, levantei-me na direção dela. ▬ Matt era “bom”. E o mundo em que a gente vive é uma merda tremenda, e foi por isso, única e exclusivamente, que ele morreu. Você tem que agir rápido antes que tudo piore... Agora me diz, qual o tamanho do problema que Murdock arrumaria se resolvesse “guerrear” com essa realeza? ▬ Questionei-a, de braços cruzados em sua frente.

Ver perfil do usuário

39 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 15/06/15, 10:10 am

▬  Laura Wright ▬
Sábado, 20:31 06.07.13
$ 2990




- Não sei Laura. Eu realmente não sei o que Murdock é capaz de fazer. - Ela bebeu todo o whisky que estava em seu copo de uma vez enquanto Laura falava. - Eu simplesmente poderia ter feito algo. Ajudado em algo. Sou uma das vampiras mais velhas da organização e não fiz nada.. - Ela sacudiu a cabeça em negação. - Mas realmente, agora não vai adiantar nada.

Sophie se levantou, pegando a garrafa de bebida e servindo um generoso gole.

- Uma guerra contra a realeza iria envolver muita coisa. Eles são um dos doze membros das casas. Ninguém apoiaria Murdoc. Não tem motivos concretos para que ele possa argumentar um ataque a John ou a familia. Muitas mortes. Acabaria com a organização.

- E se fizer uma denúncia formal, para eles investigarem o caso? Não funciona assim? - Perguntou John.

- Todos os casos de denúncia contra as famílias reais, são geralmente abafadas. Nunca deu e nunca dará em nada. Mas eu sei o que fazer. - Ela olhou pra Laura. - Vou resolver isso. - Ela sorriu. Um sorriso que transcrevia perigo. Maldade. - John nunca seria pareo para mim. Mas vou fazer melhor. Acaberei com a linhagem deles.

- Você sabe que isso é impossível, não sabe? - Comentou John, um pouco incrédulo.

- Não é. Simplesmente matarei ele e a mulher que espera o filho dele. Começarei pela mulher, é claro. Para ele sofrer tanto quanto puder.

- Você é cruel vampira. - Disse John, olhando de relance para Laura.- E inconsequente também. Por isso gostei de você. - Terminou, com um sorriso no rosto.


Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

40 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 16/06/15, 03:34 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante


Fiquei a observar as ideias de Sophie se formarem na minha frente, enquanto ela e John trocavam palavras. Aquele curto momento de conversa serviu para me lembrar do tipo de ambiente em que eu estava envolvida. Foi quase um momento de reflexão ver aquela ideia atroz surgir e prontamente ser apoiada. Parece, de fato, que o caminho que eu percorro é uma íngreme escada para baixo.

▬ Mas o que? ▬
Indaguei surpresa. ▬ Que merda de ideia é essa? Que parte do “tornar a problemática menos caótica” você não entendeu? ▬ Dei um longo suspiro.

A reação de John, contudo, não me surpreendia nem um pouco. Já era de se esperar e eu nem chegava a me incomodar com isso. Entreolhei ambos por alguns segundos e soltei um breve riso sarcástico, desapontada.

▬ E além de tudo você conta sua ideia mirabolante na frente de um demônio que nem conhece. ▬
Abri um sorriso, fitando John. ▬ Por favor garota, se acalme. ▬ Disse, passando as mãos no cabelo dela. ▬ Se vamos... se você vai fazer essa merda, faça com classe. ▬ Proferi enquanto me dirigia para servir um pouco do whisky. ▬ Conclua o objetivo de Matt, traga o sangue para a Two. ▬ Dei um gole e voltei a falar ▬ E por que levar a culpar por isso? Vampiros, demônios... um monte de monstros traiçoeiros. Acho que seria muito melhor se tivesse um bode expiatório, alguém pra levar a culpa disso tudo... Tipo ▬ levantei as mãos no ar e girei os olhos ▬ Tipo Jensem, hum? ▬ Fitei a vampira ▬ Te garanto que você consegue pensar num plano melhor se conseguir se acalmar antes.

Era intrigante como eu havia me surpreendido e, ao invés de contornar a situação e evitar essa bestialidade, havia optado por entrar no jogo. Não, eu não sabia o que estava fazendo. Esse universo obscuro e mórbido havia me consumido, eu havia abraçado a natureza vulpina dessas criaturas da escuridão. Por que? Porque sim. Eu era igualmente inconsequente e, talvez, unicamente tola, por entrar novamente na briga de outrem. Contudo, dessa vez eu estava entrando com o mesmo sorriso pérfido estampado no rosto do demônio. Eu entrava por mim, pela Laura que queria mudar, que queria aceitar a sordidez de ser uma vampira. Era isso, ou algum outro motivo dentro de mim dizia que eu não podia deixar isso passar, quiçá a chance de salvar Two, quiçá um diminuto sentimento de vingança; e claro a oportunidade de resolver assuntos outros com certas pessoas.

Ver perfil do usuário

41 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 22/06/15, 09:22 pm

▬  Laura Wright ▬
Sábado, 20:37 06.07.13
$ 2990





- Mas eu sou um demônio de confiança, juro por Deus! - Falou John, dando uma gargalhada.

Laura, como era de se esperar, já havia entrado no plano e agora, já fazia planos de como elaborar uma melhor vingança para Sophie.

- Uma pergunta idiota. Porque o Matt simplesmente não pegou o sangue que John vende? - Perguntou o demônio, ao escutar o que Laura tinha acabado de falar. - Se o sangue real iria salvar a irmã e era só isso que ele precisava, não precisava de chantagem, poderia simplesmente comprar, já que o vampiro estava vendendo.

Os olhos da Sophie brilhavam, numa mistura de emoções ao ver que os dois concordavam em participar de sua vingança. E quando a mesma iria responder John, Laura tocou no nome de um inimigo em comum. Jensem.

- Eis aí um problema. Desde quando Murdock retomou a organização. Na guerra que você participou, não consigo mais sentir Jensem. Mas não consigo acreditar que ele esteja morto. Já perguntei a Murdock, mas ele simplesmente me diz que se eu não consigo sentir, ele simplesmente está morto. Mas não consigo acreditar nessa simplicidade. Jensem morto. Há algo aí. - Ela sacudiu a cabeça, espantando a ideia.- Estou pouco me fodendo pra ele agora, na verdade. Seria ótimo botar a culpa nele, mas não vamos poder.

A chance que Laura tinha apresentado de matar dois coelhos, infelizmente para a vampira estava fora de cogitação. Pelo menos até encontrarem Jensem, se ele realmente não estivesse morto, como Murdock havia jurado estar. Com isso, um novo plano do trio teria que ser bolado. E já ficava claro que Laura estava se metendo de cabeça naquela que poderia ser uma grande confusão para eles.

OFF: Me perdoe a péssima postagem Laura, mas estou tendo um bloqueio criativo daqueles pra representar. Tenho a história na mente, mas não estou conseguindo passa-la bem (pelo menos acredito que não) para cá.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

42 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 28/06/15, 09:10 am

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Off: Não vejo problemas, JP. Eu tentei entrar no fórum outro dia, mas não estava funcionando por algum motivo. Tentei responder hoje rapidinho, mas ta complicado. Vou demorar mais um pouquinho. Eu tenho um último trabalho pra apresentar sexta feira e acaba a parte complicada, ai posso postar melhor. Desculpa a demora.

Ver perfil do usuário

43 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 06/07/15, 11:17 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante

Off:
Novamente tentei entrar domingo e o fórum parecia estar off-line. Tem acontecido isso mesmo ou será que é algum problema daqui? Enfim, desculpa a demora.

A estranha história de Sophie sobre nosso desagrado em comum repercutira em minha mente muito mais do que o esperado. Franzi a testa e comecei a pensar nas possibilidades, até que uma singela e caótica dúvida ocupou os meus pensamentos: se podia ela desacreditar da morte de Jensem mesmo sem senti-lo, por que eu deveria acreditar na morte de Matt pelo menos motivo, o qual agora me parecia de uma extrema superficialidade? Talvez eu tivesse que ver com os meus próprios olhos, para mesmo assim manter as dúvidas. Contudo, deixei as indagações guardadas na cabeça e tentei avançar com a ideia.

▬ E como alguém se esconde desse... Ah deixa pra lá. ▬
balancei a cabeça em negação. ▬ Agora que você já tenha se acalmado, espero eu, me diz um plano melhor do que essa vingança burra sem noção. Porque mesmo eu, sem saber nada dessa novela toda de vocês, consigo sentir o quão besta isso está parecendo... ▬ Disse, andando pelo cômodo e tomando mais um gole. ▬ Façamos direito, vamos salvar Two pelo menos, sem perder mais ninguém... A não ser é claro que o Murdock queira se prestar ao sacrifício. ▬ Soltei um sorriso debochado.

No momento seguinte fitei John, mas minhas ideias não estavam realmente nele. Tentava agora focar em Jensem, o desagradável Jensem. Tinha quase certeza de que seria em vão, mas queria ter certeza do que estava sendo dito.

▬ Vai... me fala mais dessa “realeza” toda. Quero ter detalhes da merda que estou me metendo. ▬
Sentei no sofá, cruzando as pernas e fitando Sophie novamente.

Ver perfil do usuário

44 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 12/07/15, 06:50 pm

OFF: Evaa, em breve vou postar. Mas estou aqui pra falar de outra coisa.
Que tal migrarmos para o Facebook? Criei um grupo lá. Sei que você é meio avessa a ideia, pois lembro de ter comentado isso com você uma vez, se ainda sim não quiser, não há problemas. Podemos ficar por aqui.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

45 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 18/07/15, 11:18 am

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Off: Vou ser bem sincera, JP, eu particularmente acho o facebook uma plataforma bem "ruinzinha" pra esse tipo de coisa. Além do mais, no momento, a única anteção que posso dar é pro Turno da Noite, então fazer parte de um grupo/fórum/comunidade/etc não está fazendo muita diferença. Se realmente não tiver problema, prefiro ficar por aqui mesmo.

Ver perfil do usuário

46 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 20/07/15, 05:54 pm

[quote="OJPSampaio"]
▬  Laura Wright ▬
Sábado, 20:51 06.07.13
$ 2990



Um fio de esperança parecia ter sido o suficiente para Laura acreditar que Matt realmente não havia morrido. Mesmo com a afirmação e a chegada louca de Sophie ao apartamento de John.

- Vamos salvar Two sim. - Ela fitou Laura - Do jeito que as coisas estão, não seria surpresa se logo menos a cabeça de Murdock estivesse a prêmio pelas loucuras que o escutei gritar antes de sair de lá. - Ela deu um sorriso sem expressão - Que merda vamos nos meter. Mas a vingança está de pé. E vai ser justamente assim. John irá ser o último da linhagem deles.

Quando Laura perguntou sobre a realeza, John a olhou com certo espanto.

- É sério que você não sabe nada sobre as realezas? Eles não explicam isso nas organizações?

- Laura estava ocupada demais para assistir as aulas. - Riu Sophie. - Mas não é problema para explicar. Mas senta que vem história. - Ela se ajeitou no sofá. Finalmente a figura que estava ali era a Sophie que Laura havia conhecido. Fugindo totalmente da descontrolada que havia entrado por aquela porta a minutos antes. - A realeza é feita por 12 famílias. Onde 3 membros da família são eleitos para comandar o Castelo. Estes três, são geralmente os mais fortes vampiros vivos na terra. Eles são o peso da balança. Os que fazem com que os vampiros não se matem. Com que os vampiros não passem dos limites. E a famíia de John é uma dessas 12. - Ela sacudiu um pouco a cabeça em negação. - Realmente, vamos nos meter em uma grande merda. - Falou, antes de continuar. - As 12 famílias são descendentes dos 12 primeiros vampiros que caminharam pela terra. A partir disso, eles começaram a se reproduzir, tornando sua linhagem estremamente forte. A forma como eles fazem, é absurda. Os 12 primeiros eram homens, que engravidaram mulheres comuns. E que na gestação, era alimentada com o sangue deles diariamente. O que fazia com que a humana beirasse a loucura. Mas logo após o parto, ela era transformada em vampira e seu filho ou filha, até os 18 anos, seguia sendo alimentado com o sangue do pai. Só aí já podemos imaginar um super humano. Alguém que constantemente, desde ser gerado, é alimentado com sangue vampirico, e principalmente, sangue puro, é absurda essa ideia. E não parou por aí. Após completar 18 anos, o ciclo se reinicia. Engravidar ou ser engravidada, e após a criança nascer, tornar-se vampiro. - Ela se levantou, andou de um lado para outro e finalmente encarou Laura. - É essa a merda que vamos fazer. Vamos acabar com um ciclo histórico. E se alguém descobrir que fomos nós, não vai terminar nada bem pra gente. Por isso, pensando bem, eu entendo se vocês não quiserem se meter com isso.

- Eu sinceramente acho que é uma insanidade o que vamos fazer. Mas tenho andado entendiado ultimamente e é aquilo, as habilidades de vampiros não funcionam com os demonios mesmo. Então já é uma vantagem. O que acha Laura?

Enquanto Sophie dava a enorme explicação, a vampira tentou por alguns segundos buscar Jensem, e assim como Matt, apenas o silêncio vinha em resposta.
OFF: Evaa, essa foi uma explicação bem superficial das 12 famílias. Mas se tiver qualquer dúvida, pode fazer tanto com a personagem, como por fora, se quiser.
E não temos problemas em ficar por aqui.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

47 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 25/07/15, 08:05 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante

Soltei um breve suspiro e levantei as sobrancelhas quando Sophie me avisou que havia uma história chegando. Nada desse mundo “organizado” vampiresco havia me agradado até agora e logo teria certeza de minhas preocupações. Durante toda a explicação acompanhei as palavras de Sophie sem tirar os olhos da vampira. Quando ela terminou, abri vagarosamente um sorriso muito falso e troquei olhares entre ela e o demônio.

▬ Já estou arrependida de ter te perguntado. ▬
Proferi em um tom alegre, falso. ▬ Posso ir embora já? Voltar para a minha terra e ficar apreciando os meus chás nas noites de inverno? ▬ Disse enquanto levantava, passando as mãos na cabeça

Não era só de ter perguntado que eu me arrependera. Depois de toda aquela história, eu me sentia como uma tola por tentar me fazer acreditar que de fato eu queria algo novo, louco, completamente inconsequente na minha vida. Isso era simplesmente insano com todas as palavras e, o pior de tudo, eu estava cogitando realmente participar disso tudo pela simples falta de interesse em outra atividade. Na realidade, se eu abrir um pouco meu senso crítico e minhas capacidades de introversão, creio que posso afirmar que a falta de interesse que sofro é na vida. Irônico, no mínimo, esse lance de depressão pós-vampirismo.

▬ Isso parece épico de mais para não ter sido feito ainda. ▬
Disse, um pouco mais séria. ▬ Não é por nada não, mas... Por que nós? Por que agora? Isso está me cheirando a mais um monte de otário entrando pra estatística. ▬ Sorri de modo sarcástico. ▬ E só pra ter uma noção, de quanto tempo estamos falando em “primeiros vampiros que andaram na terra”? Como que se mata uma merda dessa? Com a excalibur em uma noite de lua cheia, por acaso?

Eu definitivamente não estava preparada para me meter em toda essa história, tampouco achava um risco interessante de correr. Contudo, a carência de interesse nessa vida apática, mórbida e oprimida era fomento suficiente para me fazer responde com um “sim”, por enquanto ainda escondido nas entrelinhas das minhas palavras.

Ver perfil do usuário

48 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 03/08/15, 02:31 pm

▬  Laura Wright ▬
Sábado, 21:00 06.07.13
$ 2990




- Você tem todo o direito de não participar disso Laura. - Falou Sophie, com certa frieza na voz. - É algo que eu vou fazer. Basta saber quem vai fazer comigo. - Falou a vampira. - Bom. - Ela desviou o olhar. Parecendo escolher as palavras. Ou evita-las. - Já houve uma tentativa dessas. A uns 70 anos atrás. - Ela forçou um sorriso. - Mas não deu certo. Já que todas as famílias estão completas até hoje, não é?

Ela se levantou, inquieta. Quanto mais Laura questionava, mas o pesar de toda aquela ação que estava disposta a fazer, deixava Sophie mais e mais inquieta.

- Porque nós? Porque eles nunca haviam mexido com alguém que eu amava Laura. Simples assim. Eu tenho meus motivos, e você, tem os seus? - Ela retrucou, um pouco mais agressiva.

- Os vampiros nasceram quando Judas tentou se matar e o demônio não deixou. - Falou John. - Então os primeiros vampiros devem ter algo em torno de uns 2000 anos.

- Mas não estamos falando deles. Muitos desses primeiros já morreram. Estamos falando dos bis-bis-bis-netos deles. Morrem como nós. Só são algumas vezes mais fortes que a gente. Mas isso é algo fácil de se contornar.

Sophie estava claramente disposta a arriscar tudo para vingar Matt. John por sua vez, parecia mais empolgado só pelo fato de tudo aparentar ser uma loucura. Um suicídio. Agora era a vez de Laura, de decidir se participaria ou não daquela louca empreitada.


 
OFF: Me desculpe a demora Evaa, minha irmã estava de mudança e estava ajudando-a.
Por isso a demora no post.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

49 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 11/08/15, 03:56 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Arqueei uma sobrancelha quando a vampira adotou essa postura mais fria e imperativa. Tentava entender o que ela estava tentando conquistar ali. De fato, esses vampiros, apesar de toda a idade, parecem muito estúpidos na hora de explicar suas motivações e conseguir alguns seguidores. Todos esses anos e será que nunca pararam pra ler sobre os grandes líderes da história humana? Esperei ela terminar, para então abrir a boca.

▬ Vamos calma, querida. ▬ Falei com certo descaso. ▬ Não eu não tenho motivos tão grandiosos quanto os seus ▬ Mantive o deboche ▬ Agora eu acho muito difícil tu vir atrás de mim só para encontrar um ombro onde chorar? Certo? Se veio aqui fazer esse drama todo é por que quer alguma coisa. Até por que tu parece bem certa de si mesma pra não precisar me dar satisfação de nada... E acho que eu deixei claro lá no “quartel” que eu não queria saber de porra nenhuma dessa organização e dos vampiros de lá. Sendo Matt ou não. ▬ Disse em um tom sério, mas despreocupado. ▬ Então abaixa esse teu fogo que não vai ajudar em nada agora ▬ Andei na direção dela com calma ▬ Tu pode fazer sozinha à vontade, vai lá, te arranjo até uma medalha depois. Mas todo mundo sabe que tu não é burra a ponto de achar que tem mais chances sozinha. Tu quer a minha ajuda; nem que seja pra ter alguém pra morrer antes no teu lugar e aumentar tuas chances, mas tu quer. Senão nem tinha vindo aqui em primeiro lugar. Então, vamos com calma. Não é com coração partido e o orgulho ferido que se consegue força pra matar essas criaturas. ▬ E então me calei.

Fitei Sophie por alguns segundos. Minhas palavras não eram diretamente para ataca-la. Eu já estava cansada dessas frescuras emocionais, fossem as minhas ou as de outrem. Ela tem sede de vingança, da pra ver, mas não vai chegar a lugar nenhum assim, coitada. E eu sou a vampira novata aqui que não sabe de nada. Por fim, sentei-me novamente e cruzei as pernas.

▬ Tem algum ditado, em algum lugar, que diz alguma coisa sobre ir com sede de mais ao pote... Não lembro, só sei que não acaba bem. ▬ Proferi devagar ▬ É sério Sophie, eu to dentro por falta de motivos. To mais no estilo desse maluco ai do que no seu. ▬ Falei me referindo a John. ▬ Minha vida está um merda, estou num lugar que eu não conheço, só encontro com gente cada vez pior, não tenho velhos nem novos amigos, tudo quer me matar e ainda sou um gps ambulante, já que qualquer vampiro me acha. E claro, eu matei uma criança logo depois de salva-la... ▬ Disse olhando para baixo ▬ Apesar de tudo eu até simpatizo com você e com Two... Então, por que não? Mas vai devagar, pensa com a cabeça e não sai fazendo merda. Cadê toda a frieza vampírica agora em? Então me diz, como é que contorna essa força deles? E toda a segurança? ▬ Indaguei, interessada. Nesse momento meu corpo devia beirar o zero grau.

Ver perfil do usuário

50 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 19/08/15, 01:12 pm

[quote="OJPSampaio"]
▬  Laura Wright ▬

Sábado, 21:13 06.07.13
$ 2990




Assim que Laura começou a falar, a postura de Sophie que já não era a das melhores, piorou. Seus olhos tornaram-se frios. Com um semblante fechado.

- Quer saber Laura? Foda-se! - Falou Sophie, assim que a vampira terminou de falar. - Você é cheia de certezas, cheia de convicções. Mas na verdade, é que você realmente não tem jeito e não sabe de porra nenhuma. - Ela andou em direção a porta. - Não vim aqui pela sua ajuda. Não vim aqui para chorar no seu ombro. Meu problema. Meu engano, foi achar que você se importava com alguém que não fosse você. Mesmo esse alguém que tenha te tirado do fim provável e trágico de todo vampiro. - Ela sorriu de desgosto - Talvez tivesse sido melhor Matt não ter gostado de você. Ido atrás. Deixado você se fuder com os caçadores, os viciados ou qualquer outro perigo que um vampiro novato corre. E por isso, por te colocado em alguma meio, coisa que nem seu pai, seu criador o fez, eu achei que você se importasse. Minha motivação em vir aqui, não era pra ter sua ajuda. Era pra você se sentir útil. Vingar alguém que gastou um tempo com você. Mas agora eu vejo que to errada. Realmente, posso não ter mais chances com você, ou você - Falou, apontando para John. - Mas não vim aqui pra isso. Prefiro morrer sozinha do que ter alguém ao meu lado lutando sem motivo. - Ela olhou para John. - Matt, uma das melhores pessoas que existiu, desistiu dela. Como você pode ver, não é pra menos. Vamos ver por quanto tempo você vai aguentar também. - Ela abriu a porta. - Foda-se a sua simpatia por mim, Laura. A sua "simpatia" não salvou Matt, não salvou Twoe se quer te impediu de salvar uma criança. Então, vá a merda, você e suas motivações de viver. - Saiu, batendo a porta.

O silêncio pairou por alguns segundos, até que John finalmente o quebrasse.

- Podia ter entrado na dela né. Feito a amiga preocupada. Pelo menos até sabermos mais sobre esses vampiros. No mínimo são interessantes. - Reclamou o demônio, indo até a cozinha. - Vai querer beber algo? Qual são nossos planos para hoje?

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

51 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 26/08/15, 02:39 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Arqueei uma sobrancelha, enquanto meu semblante se tornava cada vez mais espantado. Parecia que tentar ser sincera e direta não havia funcionado nem um pouco. Novamente, eu havia falhado em compreender e lidar com as emoções, contudo, dessa vez, não eram as minhas. Sophie estava claramente abalada de mais para tentar entender o que eu estava dizendo. Indago-me, porém, se eu de fato sou o problema, pois pareço ser a única nesse mundo que não consegue enxergar de maneira verdadeira tudo que fora feito por mim. Como se tudo fosse um belo e honroso processo altruísta e feito única e exclusivamente pela bondade do coração e a vontade de ajudar o próximo, e não um mero processo típico de recrutamento para essas organizações.

Não falei mais nada, não adiantaria. Silente, joguei-me no sofá em um longo e decepcionado suspiro quando ela saiu. Todavia, meu corpo não mascarava muito bem minhas vontades, eu ardia por dentro, segurando as respostas que queria ter dado. Fechei os olhos por uns segundos, tentando recobrar o frio interior e a calma.

▬ Eu juro que estava preocupada com ela! Juro ▬ Proferi em alto tom. ▬ Mas que merda. Esse pessoal só sabe se fazer de vítima. Quer que eu concorde com um monte de bobeira. É muita frescura. Todo mundo agora fez tudo por mim. Ohh... a pobre da Laura que todo mundo ajudou por pura bondade, oh que lindo, que gesto bonitos dos vampiros. Vão se foder! ▬ Reclamei, vociferando a última frase com um pouco mais de raiva. ▬ “Pra eu me sentir útil”... Porra nenhuma. Que se foda também, não é problema meu, nunca foi. ▬ Disse, respirando controladamente para abaixar a temperatura do meu corpo. ▬ Sei lá... Quero sangue. E você? Não tem nenhum grupo de amigos demônios pra te causar problema não? Quem sabe... Bem, você não quer ver o circo pegar fogo? Que tal se a gente achar outra organização? E se por acaso essa ideia da Sôsô caísse em ouvidos errados... Sem querer, é claro. ▬ Abri um sorriso, falando muito mais tranquila, enquanto meu peito esfriava.

Nossos valores, ideais e conceitos de moral, meus e dessa organização, ou são completamente deturpados ou são extremos opostos. Não tem dado certo, não deu certo e já dá para ver que não vai dar certo. Talvez eu deva ser grata por me mostrarem um pouco desse submundo obscuro dos vampiros, mas já está na hora de achar outra organização, ver como as coisas funcionam com outro tipo de gente. Claro, não que eu queria, mas pelo jeito como as coisas tem rumado, creio ser uma boa ideia ter algumas garantias. Por hora, porém, vou curtir um pouco mais a vida boa com essa cria do inferno.

Ver perfil do usuário

52 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 03/09/15, 01:52 pm

▬  Laura Wright ▬

Sábado, 21:28 06.07.13
$ 2990




- Este mundo de vampiros tá bem sentimental mesmo. - Comentou John, não conseguindo conter uma risada. Risada essa que veio acompanhada de um sorriso ao ver a frustação e desabafo de Laura. - Acho que eles andaram assistindo demais aquele filme de vampiros que brilham no sol. - Continuou John, dando outra risada. - Eu não quero sangue não, agradeço! - Ele riu. John estava mais satisfeito que o normal com aquele estresse todo que havia acontecido. - Diferente de vocês, nos demônios não somos lá grandes amigos. Não trabalhamos em conjunto e arrisco dizer que dependendo, se nos esbarramos por aí não nos cumprimentamos ou até mesmo tentamos nos matar. Depende muito do nosso humor. Por isso difícil sabermos da localização de outros. - Ele olhou para a vampira. - Você pode identificar um demônio mais fácil do que eu. Igual sua amiga fez. Nós temos um cheirinho peculiar de enxofre. Conforme os anos passam, conforme vamos ficando mais fortes, o cheiro diminui e até mesmo some. Mas muitos ainda tem o cheiro. Eu tenho pelo visto. Não consigo saber porque convivo com ele.. Já você. - Ele sentou no sofá, deixando o corpo cair. - Eu não sou muito social Laura. Não tenho muitos amigos. Mas bem.. Acredito que não seja difícil encontrar vampiros também. Mais fácil até que encontrar demônios por aí. De acordo com seus amigos.. ou seja lá o que eles são pra você. Sair por aí é um perigo pra um vampiro sozinho. Então é uma ótima oportunidade de acharmos diversão. Ainda mais agora que eu tô bem alimentado. - Ele falou, terminando de dar uma risada e dando um salto do sofá.

O demônio estava claramente animado. E agora, ir para rua parecia ser a opção decidida pelos dois. Só bastava agora decidirem o que fariam exatamente. Porque perambular sem rumo pela rua não parecia ser a melhor das ideias. Mas também não poderia ser uma das piores. Laura agora estava decidida a mudar o rumo dessa vida. Deixar tudo que havia acontecido em sua breve vida vampira pra trás e tentar de alguma forma, ela escrever seu caminho. De acordo com seus ideais vampirescos. Agora era saber se isso seria tão fácil quanto ela parecia imaginar.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

53 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 10/09/15, 01:41 am

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
O humor de John era demasiadamente aprazível. Não tinha como negar o certo conforto que era estar perto dele, ainda mais depois dos últimos dias perto dessas pessoas que parecem ter mais problemas emocionais do que eu; e olha que isso é difícil!

▬ Hum... Como eu queria que fosse mais difícil achar uns aos outros. Assim ninguém ia me perturbar do nada! ▬ Exclamei, indo até espelho mais próximo.

Fiquei a ajeitar o cabelo por alguns segundos, conflitando com aquela roupa batida e o fato de que eu não iria entrar em organização alguma para pegar de volta o que era meu. Ok, era hora de conseguir algumas coisas novas. Contudo, indagava-me, pra onde eu iria depois disso tudo? Quero dizer, é lógico que esse período agradável ao lado de um demônio vai acabar e, provavelmente, não vai acabar bem, dada a minha sorte. Pensando nisso, falei, sem olhar para ele.

▬ John... Sem querer ser... Você sabe, aquelas coisas que as pessoas dizem quando vão fazer uma pergunta inconveniente... ▬ Dei um tempo ▬ Até quando você pretende me deixar ficar por aqui? Digo, se eu for na rua “comprar” algumas roupas e, por algum acaso, guardar elas por aqui até que eu arranje um outro lugar, vai te incomodar muito? ▬ Dei um sorriso para o espelho.

Quando finalmente me senti menos insatisfeita com minha aparência rumei na direção da porta. Tinha alguns planos para hoje e comprar roupas novas era definitivamente um deles. Depois, quem sabe, achar um daqueles pubs ou casas de show meio “dark” que eu, enquanto viva, nunca tive lá muita coragem de entrar, mas nunca fui carente de curiosidade. Imagino que os desse lado do oceano sejam um pouco mais estranhos, não sei por que. E claro, alguém para saciar essa minha sede de sempre.

▬ Vamos? Você que é daqui, sabe de algum lugar onde aquela galera das “trevas” que se acham vampiros se reúnem? ▬ Indaguei, claramente debochando desse tipo de cultura.


Off: Quando falo que fui comprar roupas, não quer dizer que estou esperando uma narração detalhada dessa compra, rs. Só considere que a Laura foi comprar algumas (várias) peças de roupas e desconte o que achar justo. Não sei a que ponto de detalhe você acha necessário, mas se quiser posso ser mais precisa.

Ver perfil do usuário

54 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 29/09/15, 08:46 am

Evaa, é com algum pesar que eu venho até aqui pedir para darmos novamente uma pausa indefinida ao RPG.
Comecei a trabalhar a 15 dias. Estou numa carga de trabalho que é em média 9x1. E com isso, não tenho tido tempo e nem cabeça (pelo menos por enquanto) para postar.
Levei tempo até demais para vir aqui e decidir isso. Por algumas vezes até entrei e comecei a escrever algo, mas o sono e/ou cansaço, acabavam me fazendo desistir.
Então, por agora, podemos dar uma nova pausa ao RPG? Pelo menos até eu me estabilizar e me acostumar com essa nova rotina.

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

55 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 29/09/15, 10:45 pm

Evaä

avatar
Postador Iniciante
Postador Iniciante
Podemos sim JP, também não estou com tempo de sobra, sem problemas.
Entrei, inclusive, para avisar que o tempo que tive tirei para viajar e iria ficar um pouco afastada.

Sem problemas! Posso demorar, mas estarei por aqui.

Ver perfil do usuário

56 Re: [RPG] Turno da Noite (Solo) em 05/11/15, 06:42 pm

Evaa, já estou apto a voltar. Vamos voltar?

Ver perfil do usuário http://rpgviaforum.foruns.com.pt

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum